Sem categoria

Jaraguá do Sul vai contratar projetos à ponte estaiada de contemplação

O espaço deve ser aberto apenas para pedestres e ciclistas

29/10/2020

Por

Jaraguá do Sul vai contratar projetos à ponte estaiada de contemplação

O Governo do Município lançou o edital de tomada de preços para contratação de empresa especializada em execução de serviços técnicos para desenvolvimento de projetos de obra de arte, contemplando serviços de levantamento topográfico e sondagem de solo, projetos estruturais de estrutura metálica e concreto armado, projeto elétrico e luminotécnico, incluindo quantitativos e orçamentos.

Eles são destinados à construção de ponte estaiada em Steel Deck – Ponte de Contemplação Abdon Batista, localizada entre as Ruas Max Wilhelm e Hugo Braun, no Centro.

Leia mais:

A entrega das propostas e abertura dos envelopes será no dia 19 de novembro.

O valor máximo da contratação é de R$ 159,4 milpara os serviços.

A ideia é aproveitar a estrutura do pilar no meio do Rio Itapocu, construída no início do século passado e que sustentou uma ponte de ferro que fazia a ligação entre as duas margens, livrando os moradores da utilização da navegação para transpor o rio.

O espaço deve ser aberto apenas para pedestres e ciclistas.

Faz alguns anos um desenho com vários ângulos foi divulgado.

Os projetos a serem contratados darão a dimensão do custo da obra.

O pilar solitário é tombado pelo patrimônio histórico municipal com o intuito de preservar a estrutura e a memória da cidade.

Pilar de pedras testemunha história da cidade há mais de 100 anos

Um dos que ajudou a construir o pilar foi o imigrante italiano Giovanni Brugnago, também conhecido como Domênico (Domingos) que empresta o nome a uma das ruas principais do bairro Vila Nova. Domênico veio para o Brasil com 19 anos, fixando-se inicialmente em Luiz Alves, hoje Massaranduba, na região conhecida como 2º Braço do Norte.

 

Ajudou também na construção da estrada de ferro nas obras de arte, porque era um exímio trabalhador com pedras, ofício aprendido na sua Itália natal.

O mestre Emílio da Silva, no segundo livro do Jaraguá – Um capítulo na povoação do Vale do Itapocu, reservou uma página para descrever sobre Domênico Brugnago, que conhecia bem, exaltando as qualidades como construtor em pedras, cujos encaixes precisos eram feitos com apenas algumas tombadas.

A construção da ponte estaiada de contemplação é também uma homenagem aos construtores e a história do pilar, que por décadas sustentou a passagem entre as duas margens do Rio Itapocu e que repousa sereno testemunhando a história de Jaraguá do Sul.

Muitos gestores municipais anunciaram o aproveitamento da estrutura, mas nunca saiu do papel.

A contratação dos projetos, pela Prefeitura, é um indicador de que, finalmente, poderá acontecer, ampliando as opções de lazer da comunidade.

Notícias relacionadas

x