Educação

JCI conclui o concurso Oratória das Escolas com 10 participantes

O presidente da JCI Jaraguá do Sul, Fábio Hillesheim, enfatizou que a iniciativa busca impactar positivamente os adolescentes para que carreguem essa experiência em suas vidas.

04/10/2019

Por

JCI conclui o concurso Oratória das Escolas com 10 participantes

A JCI (Junior Chamber International) encerrou na noite de quarta-feira o projeto Oratória nas Escolas, com os 10 classificados da etapa escolar. Representantes de cinco escolas discorreram sobre o tema “Como aceitar as diferenças e começarmos a nos tratar como seres humanos sem máscaras e estereótipos”, que faz parte do eixo temático 5, dos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODM). O encerramento aconteceu no auditório da Católica de Santa Catarina, prestigiado por autoridades como o presidente da Câmara, Marcelindo Gruner e a chefe de Gabinete Emanuela Wolff, além da presidente nacional da JCI, Luiza da Silva e do presidente local, Fábio Rafael Hillesheim.

Segundo a coordenadora Larissa Suppi, o concurso Oratória nas Escolas começou em 2017 com uma escola, no ano passado foram duas escolas e 120 estudantes envolvidos e neste ano, cinco estabelecimentos da rede municipal, com cerca de 400 alunos dos 8º e 9º anos participantes na etapa escolar. “Queremos ampliar nos próximos anos”, disse. Cada escola escolheu dois alunos para a etapa final, realizada no dia 2 de outubro. O presidente da JCI Jaraguá do Sul, Fábio Hillesheim, enfatizou que a iniciativa busca impactar positivamente os adolescentes para que carreguem essa experiência em suas vidas. Os candidatos tiveram tempo cronometrado para exporem as suas oratórias e ao final foi feito o anúncio dos vencedores. A Escola Luiz Gonzaga Ayroso, do Jaraguá 84, fez dobradinha: Luís Eduardo Marquardt e Vinicius Marcondes foram o primeiro e segundo colocados, com Lara Raissa da Luz, da Escola Helmuth Duwe, em terceiro.

Escola Luiz Gonzaga Ayroso faz dobradinha no resultado final

Um júri técnico e qualificado avaliou os concorrentes em três quesitos e atribuiu notas. Participaram da etapa final Brayan Pimentel Bassani (vencedor em 2018) e Leonardo Pereira Cadona (Escola Ribeirão Molha), Gabriela Gascho e Tauana Sabrina Maresana (Escola Renato Pradi/Caic), Girliane S. Bardin e Henrique Machado (Escola Maria Nilda Stahelin), Lara Raissa da Luz e Sarah Hellen Stechechen (Escola Helmuth Duwe), Luís Eduardo Marquardt e Vinicius Marcondes (Escola Luiz Gonzaga Ayroso). Os três primeiros colocados receberam premiação da Alcet. Todos receberam o certificado de participação.

A presidente nacional da JCI, Luiza da Silva (de São Bento do Sul) destacou a importância da participação dos estudantes no concurso que oportunizou o aprendizado de técnicas de oratória, muito importante para o currículo de vida de todos, independentemente de resultados. “Vocês, finalistas, já são vencedores”, disse. Familiares e professores acompanharam as oratórias. A diretora da Escola Luiz Gonzaga Ayroso, Angélica de Freitas, se emocionou com o resultado. Disse que tinha expectativa de que um dos representantes do estabelecimento ficasse entre os três primeiros, mas a dobradinha de primeiro e segundo lugar foi uma grata surpresa. Segundo ela, Luís Eduardo e Vinicius estão encerrando o ensino fundamental e devem fazer o ensino médio no Jangada, por meio de bolsa de estudos.

Notícias relacionadas

x