Educação

JDV Educação Massaranduba: Conheça a Escola Ministro Pedro Aleixo

No decorrer da festa teve muita diversão e, de forma lúdica, aprendeu-se sobre regras gramaticais e de convivência

25/08/2021

Por

JDV Educação Massaranduba: Conheça a Escola Ministro Pedro Aleixo

Letramento literário e o aniversário do seu alfabeto

O 1º semestre letivo na disciplina de Letramento Literário (1º e 2º anos) ministradas pelas professoras Eliana Jacomoliski (matutino) e Carolina Scaburri (vespertino) finalizou com uma grande festa de aniversário para o seu Alfabeto. Após a realização de diferentes atividades referentes à história do livro de Amir Piedade com as ilustrações coloridas e divertidas de Luiz Gesini, as letras do alfabeto foram apresentadas uma a uma por meio de um texto extremamente interessante. Cada convidado levou para seu Alfabeto um presente que representa a sua letra. No decorrer da festa teve muita diversão e, de forma lúdica, aprendeu-se sobre regras gramaticais e de convivência.

Leia mais:

Plantas que mudam de cor

As turmas do 2º ano A e C, juntamente da professora Cinthia Mara Friedemann Tomio e da auxiliar Rayza de Souza Capoeira, nas aulas da disciplina de Ciências realizaram a experiência das flores de diferentes cores, o objetivo da prática foi de perceber e conhecer o desenvolvimento das plantas, depois de coloridas os educandos poderiam ofertar a flor para alguém especial.

Caça ao tesouro

Nas aulas de letramento com as turmas do 1º ano A e B, 2º ano A e C, juntamente com a professora Eliana Neide Fontanive Jacomoliski, vivenciaram uma caça ao tesouro no qual por meio de pistas, os estudantes trabalharam em equipes para encontrar as letras que formavam a palavra indicadora do lugar onde o tesouro estava escondido, assim estimulando a leitura, criatividade, atenção, cooperação e a estratégia.

“O brincar é uma atividade humana criadora, na qual a imaginação, fantasia e realidade interagem na produção de novas possibilidades de interpretação, de expressão e de ação pelas crianças, assim como novas formas de construir relações com outros sujeitos, crianças e adultos”. Vygotsky (1987).

Extração de DNA de Maracujá – Desenvolvimento de protocolo

No laboratório de Ciências e Experimentação os estudantes dos 7º anos A e B, juntamente da professora Franccielle Veronese Granja, desenvolveram um protocolo específico para a extração de DNA de maracujá. Desta forma eles conseguiram aliar a teoria e a prática com a observação a olho nu da estrutura do material genético.

Esportes: Escola recebe chancela da CBHB

Durante 12 anos sob a coordenação voluntária do professor Gustavo Rietter e com a colaboração do ex-atleta da Seleção de Handebol do Egito, Ahmed Fathalla, o handebol de Massaranduba vem crescendo, obtendo destaques na formação de atletas em nível estadual e nacional. Esse trabalho, é realizado desde as categorias de base (mini-hand), formando equipes de competição, não esquecendo do desenvolvimento motor, cognitivo e social de nossos alunos.

Recentemente, a EMEF Ministro Pedro Aleixo passou por um processo seletivo, no qual premiou entidades do Estado de Santa Catarina com a chancela da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), como Polo de Desenvolvimento do Mini-Handebol, se tornando assim reconhecida nacionalmente como uma unidade oficial e certificada, comprovando a qualidade e seriedade do projeto desenvolvido.

A chancela da CBHb permite divulgar que o método de ensino na modalidade é reconhecido pela maior instituição de Handebol do Brasil, estando apto a receber suporte material e financeiro quando conquistados patrocínios ou incentivos governamentais, receber materiais para a modalidade provenientes da Lei de Incentivo ao Esporte, permitindo ainda mais melhorar o excelente trabalho praticado na escola.

Além disso, a chancela significa receber periodicamente cursos, consultorias e certificações de maneira gratuita e oficial, e ainda cooperações pedagógicas virtuais e presenciais com a COSCABAL – Confederação Sul Centro Americana de Handebol e EHF – European Handball Federation, por meio de cursos, palestras e encontros diversos.

OBA – Olimpíada brasileira de astronomia e astronáutica

A Olimpíada Brasileira de Astronomia, organizada pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), é um evento nacional realizado nas escolas brasileiras previamente cadastradas que acontece desde 1998 e tem como objetivo principal difundir o conhecimento astronômico pela sociedade brasileira, fomentar o interesse dos jovens pela astronomia e pela astronáutica e ciências afins.

Podem participar da OBA alunos do primeiro ano do ensino fundamental até alunos do último ano do ensino médio.

A prova OBA deste ano ocorreu nos dias 27 e 28 de maio dentro da própria escola. (Fonte: http://www.oba.org.br/site/ e https://www.pravaler.com.br/olimpiadas-de-astronomia).

A Escola Ministro Pedro Aleixo participou em três níveis:

Nível 1 destinada aos alunos regularmente matriculados no 1º, 2º e 3º ano;

Nível 2 4º e 5º ano;

Nível 3 6º, 7º, 8º e 9º ano.

Este ano a escola obteve 10 medalhas de ouro, 8 de prata e 14 de bronze. A entrega das medalhas está marcada para final de setembro de 2021.

Sala de apoio à aprendizagem e o uso da mesa interativa

O Projeto Sala de Apoio à Aprendizagem é mais um aliado para a consolidação da aprendizagem, por meio de atividades de alfabetização, letramento, consciência fonológica, alfabetização, domínio da leitura e interpretação de textos e alfabetização matemática. No 2º semestre estão sendo atendidos 64 estudantes, outros apresentaram melhoras no desempenho em sala de aula e foram desligados no final do 1º semestre. Os atendimentos acontecem no contraturno das aulas, durante toda a semana, com grupos de, no máximo oito estudantes e são ministradas pelas professoras Helena Haisi Strychalki (anos finais Língua Portuguesa) e Carolina Scaburri (anos iniciais).

Mais do que uma mesa digital, uma janela para transformar a educação e o aprendizado em uma experiência lúdica e divertida para os estudantes que frequentam a Sala de Apoio à Aprendizagem, dando aos estudantes o protagonismo para desenvolverem os seus conhecimentos. Através da sua linguagem lúdica, os jogos engajam naturalmente os estudantes e potencializam o processo de ensino-aprendizagem em diversas áreas do conhecimento. As aulas foram planejadas pela professora Carolina Scaburri que atende estudantes dos anos iniciais.

Projeto da horta na escola

A turma do 3º ano A da professora Tania Maria Ranghetti Sasse juntamente com a auxiliar Clara Bauer e do zelador Natal Stringari, com o apoio das Secretarias de Agricultura e Educação e da Cooperativa Juriti desenvolveu o Projeto da Horta na Escola. O objetivo foi propiciar aos educandos o conhecimento prático a partir das atividades pedagógicas que foram desenvolvidas nesse espaço por meio do cultivo e manutenção do espaço da horta escolar.

A turma teve mini palestras de orientação para o cultivo das hortaliças e, a partir disso, realizaram pesquisas sobre tempo de plantio das mudas e sementes, prepararam o solo dos canteiros e plantaram as mudas recebidas. Assim poderão colaborar com a merenda escolar por meio do cultivo de “cheiro verde”. Ainda, cada estudante pôde plantar em garrafa pet a sua própria hortaliça para colocar em prática também em casa os conhecimentos adquiridos na escola.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x