Geral

Lançada campanha nacional de doação de leite materno

Santa Catarina possui 13 bancos de leite cadastrados na Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, entre eles o do hospital e maternidade Jaraguá 

21/05/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Lançada campanha nacional de doação de leite materno

Foi lançada na quarta-feira (19), em evento on-line do Ministério da Saúde, a Campanha Nacional de Doação de Leite Materno 2021. O Brasil conta com 222 bancos de leite materno e 220 pontos de coleta. No ano passado, foram doados 229 mil litros de leite materno por 182 mil mulheres. Esses números marcaram um aumento de 2,7% em relação ao ano anterior.

Leia mais

Mas, de acordo com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, esse quantitativo representa apenas 64% do que seria necessário.

“É preciso avançar ainda mais. A pandemia exige que muitos esforços sejam adotados para garantir informações qualificadas sobre a doação do leite materno”, disse.

O Ministério da Saúde e a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano promovem a Campanha Nacional de Doação de Leite Materno marcando o período do Dia de Doação de Leite Humano, em 19 de maio.

A doação de leite materno salva a vida de milhares de crianças prematuras no Brasil. Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite humano. Basta ser saudável e não tomar medicamento que interfira na amamentação e na doação.

O gesto faz a diferença na vida de muitas crianças. É uma grande contribuição para a recuperação de milhares de recém-nascidos prematuros e abaixo do peso (menos que 2,5 kg) internados. As evidências científicas indicam que bebês prematuros e/ou doentes que se alimentam de leite humano no período de privação da amamentação possuem mais chances de se recuperarem e de terem uma vida mais saudável.

Com o leite materno, o bebê prematuro ganha peso mais rápido, se desenvolve com mais saúde e fica protegido de infecções. A campanha de doação de leite humano ainda é baixo em relação à demanda no país. Hoje, a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano consegue suprir pouco mais de 60% da demanda para os recém-nascidos prematuros e de baixo peso internados nas UTIs neonatais do Brasil.

Banco de leite do hospital Jaraguá coletou 1,415 mil litros em 2020

Santa Catarina possui 13 bancos de leite cadastrados na Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, ligada a Fiocruz, dos quais seis estão em unidade públicas de saúde. Além deles, mais quatro postos de coleta, concentrados na porção leste do estado. O hospital e maternidade Jaraguá possui um Banco de Leite Humano e regularmente incentiva a doação de leite materno, muito importante para a nutrição e saúde dos bebês, especialmente dos prematuros, pois é rico em nutrientes.

Na UTI e UCI Neonatal do hospital Jaraguá os recém-nascidos, que não podem ser amamentados pela própria mãe, contam com o Banco de Leite Humano. Puérperas de toda a região podem se informar sobre a doação. O atendimento no local é diário, das 7h às 19h, sem fechar para almoço. Se preferir pode enviar um WhatsApp para 47 9.9992-6197, ou ligar para 47 3274-3053.

O Banco de Leite Humano do Hospital e Maternidade Jaraguá registrou 378 doadoras no ano passado, com a coleta de 1.415,75 litros de leite. Conforme o Ministério da Saúde, um litro de leite humano doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia.

Não há quantidade mínima para fazer a doação. Toda mulher que produz volume de leite que excede a necessidade do filho pode doar. Não é necessário ter uma produção demasiada e não existe quantidade mínima para a doação.

O leite doado passará por um processo de seleção e classificação, sendo pasteurizado e, por fim, liberado para alimentar os bebês prematuros, se atender a todos os requisitos.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

 

Notícias relacionadas

x