Estadual

Massa de ar polar chega com mínimas entre -8°C e -10°C em Santa Catarina

Conforme a Epagri, a menor temperatura registrada no mês de julho em uma estação de monitoramento do órgão foi em 1952

26/07/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Massa de ar polar chega com mínimas entre -8°C e -10°C em Santa Catarina

A Frozen deve passar de forma mais intensa em Santa Catarina nesta semana. De acordo com a Epagri/Ciram, órgão que monitora o tempo no estado, a previsão indica que algumas localidades da Serra poderão ter mínimas entre -8°C e -10°C na madrugada de quinta-feira (29). 

Leia mais

Segundo a meteorologista Marilene de Lima, uma massa de ar frio polar é a responsável pelo frio, que começa a ser registrado desde quarta-feira (28). 

Além das mínimas negativas da madrugada, as temperaturas durante o dia ficam amenas e, mesmo com a presença do sol, podem ficar perto dos 5ºC. 

“Esses dias de quarta, quinta e sexta-feira devem ser de frio bastante intensos. Os modelos hoje já não estão tão rigorosos em relação ao frio quanto o que vinha sendo apresentado até o fim de semana. Então, é um frio de julho que deve estar quebrando alguns recordes em relação a algumas localidades do estado, mas aquela condição de temperatura de mais de 10ºC abaixo de zero já fica um pouco mais restrita, a chance é bem pequena”, disse.

Conforme a Epagri, a menor temperatura registrada no mês de julho em uma estação de monitoramento do órgão foi em 1952, em Caçador, onde fez -11°C. Porém, isso não quer dizer que Santa Catarina não tenha registrado mínimas próximas a essas. 

O coordenador de monitoramento e alerta da Defesa Civil estadual, Frederico Rudhorff, explicou que a partir de hoje (26), teremos a passagem de uma frente fria, mas que não vai oferecer riscos significativos de tempestades. 

“Amanhã (27), será um dia chuvoso em Santa Catarina e o início do declínio acentuado da temperatura em todo o estado, com maior intensidade nos planaltos Norte e Sul. O pico será na quinta-feira, mas o frio se estende até o próximo sábado”, explicou.

Reunião entre os órgãos estaduais 

Nesta segunda-feira (26), a Defesa Civil de Santa Catarina promoveu uma reunião de alinhamento com as estruturas estaduais em função do alerta de frio intenso. 

Conforme o órgão, a situação está sendo monitorada desde a semana passada quando avisos de frio foram emitidos aos municípios. 

“Teremos uma ação conjunta no que diz respeito às responsabilidades do Estado. Sabemos que tivemos manifestações na última semana, de diversos veículos, apontando uma situação muito mais grave do que as previsões estão confirmando, mesmo assim estaremos preparados para qualquer situação”, comentou o chefe da Defesa Civil, David Busarello.

Orientação Santur e Corpo de Bombeiros Militar 

A Agência de Turismo (Santur) orienta que os turistas só devem subir as serras catarinenses, apenas com a garantia de reserva em hotéis e pousadas. 

Já o Corpo de Bombeiros Militar alerta para que as pessoas não usem no interior das casas churrasqueiras ou latas com fogo que podem provocar incêndios ou intoxicação por monóxido de carbono. 

“Uma de nossas preocupações se refere aos locais turísticos e também aos turistas mal preparados que podem correr o risco de hipotermia. Estamos mobilizando efetivo para dar apoio”, comentou o subcomandante, Ricardo José Steil.

Com as baixas temperaturas existe o risco de congelamento de rodovias. A Polícia Militar Rodoviária (PMR) está reforçando o efetivo e colocando em prática a Operação Gelo na Pista, além de pontos de apoio nas barreiras que serão instaladas nos postos policiais caso ocorra a necessidade de fechamento de rodovias.

O aviso de frio intenso também se estende a agricultura, piscicultura e pecuária que poderão ter impactos negativos. Para isso, a Epagri está repassando orientações aos produtores rurais em relação aos cuidados necessários para cada cultura.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x