Santa Catarina

Com um mês para o verão, SC tem aumento no número de praias impróprias para banho

Saiba mais:

22/11/2023

Por

Estudante da 5ª fase de Design, curiosa por natureza e apaixonada pelo que faz.

Um mês antes da chegada do verão, um relatório de balneabilidade divulgado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) de Santa Catarina na última sexta-feira (17) indica uma diminuição na qualidade das águas das praias do estado. O estudo mostra que 68% das áreas analisadas estão próprias para banho, uma queda em relação aos 77,64% da semana anterior.

Com um mês para o verão, SC tem aumento no número de praias impróprias para banho

De acordo com o IMA, o banho de mar é desaconselhado nas primeiras 24 a 48 horas após chuvas intensas, pois podem levar contaminantes para o mar. Com a chegada do verão em 22 de dezembro, o IMA intensificará o monitoramento das praias, realizando verificações semanais até março, enquanto no restante do ano, as análises são mensais.verão

 

 

O relatório do IMA abrange coletas de água em mais de 100 praias e balneários ao longo de 27 cidades litorâneas catarinenses. Na análise mais recente, realizada de 13 a 17 de novembro, 76 pontos foram classificados como impróprios para banho, enquanto 161 locais foram considerados seguros.verão

Itapema e Porto Belo

Em Itapema, seis pontos foram classificados como próprios e quatro como impróprios para banho. Os pontos 03 e 05, localizados nas ruas 227 e 205, respectivamente, e o ponto 10 na Praia do Porto, foram alguns dos locais listados como impróprios para banho.

 

Por outro lado, pontos como 01, 02, 04, 07, 08 e 09, que se espalham pelas ruas 113, 149, 319, 129 E1 – sul do rio Bela Cruz, 261 e 163, respectivamente, receberam a classificação de próprios e estão liberados para os banhistas.

 

As praias de Porto Belo, em Santa Catarina, apresentam condições variadas para banhistas. Os resultados indicam que das seis áreas monitoradas, quatro estão próprias para banho e duas foram consideradas impróprias.

As praias de Perequê nos pontos 04 e 05, na rua Rubens Alves e rua Almirante Fonseca Neves, e as praias de Porto Belo nos pontos 01 e 06, na rua Manoel Felipe da Silva Neto e rua Capitão Gualberto Leal Nunes, estão liberadas para os frequentadores.

 

No entanto, os pontos 03 e 02 das praias de Perequê e Porto Belo, respectivamente, foram classificados como impróprios, o que requer atenção dos visitantes e moradores locais.

image 8 Visor Notícias
Praias de Itapema e Porto Belo/Relatório de Balneabilidade do IMA

Outras praias da região

Em Florianópolis, dos 87 pontos analisados, 69 estão aptos para banho, representando 79,31% do total.

 

Em contraste, Balneário Camboriú, que espera receber 2 milhões de turistas no verão, apresentou sete pontos próprios e oito impróprios entre as cinco praias verificadas. Notavelmente, na Praia Central, sete dos dez pontos estão impróprios.

 

 

image 7 Visor Notícias
Praias de Balneário Camboriú

 

 

Palhoça, por sua vez, mostra apenas um ponto próprio entre os sete analisados. Em São Francisco do Sul, dos nove pontos verificados, dois foram declarados impróprios.

 

 

Critérios de balneabilidade das praias catarinenses no verão 

 

 

Na avaliação das condições de balneabilidade das praias em Santa Catarina, as amostras são analisadas de acordo com o Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater. Esse padrão estabelece a quantificação dos coliformes totais e da bactéria Escherichia coli como base para a classificação.verão

 

 

Para ser classificado como “PRÓPRIO” segundo a Resolução Conama nº 274, um ponto deve apresentar, em pelo menos 80% das amostras recolhidas nas cinco semanas anteriores, uma contagem máxima de 800 Escherichia coli a cada 100 mililitros de água.

 

Por outro lado, um ponto é rotulado como “IMPRÓPRIO” caso mais de 20% das amostras excedam esse limite ou se a última amostra coletada contiver mais de 2000 Escherichia coli por 100 mililitros.

 

Essas diretrizes são aplicadas para garantir a segurança e saúde dos banhistas que frequentam as praias do estado.

 

Fonte: visor

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? Participe do nosso grupo de WhatsApp ou Telegram!

Siga nosso canal no youtube também @JDVonline

Notícias relacionadas

x