Estadual

Motorista de aplicativo suspeito de dopar jovem durante corrida em SC não cometeu crime, conclui polícia

A jovem relatou na época te ser jogado do veículo ao começar a se sentir tonta após ter notado que o motorista soltou um gás por baixo do banco

01/08/2022

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Motorista de aplicativo suspeito de dopar jovem durante corrida em SC não cometeu crime, conclui polícia

Camila Silveira Rosa

A investigação que apurou a ação de um motorista de aplicativo denunciado por tentar dopar uma passageira durante uma corrida em Florianópolis com uso de gás foi concluída pela Polícia Civil. Conforme a delegada Larizza Antunes dos Santos, não houve crime.

“Não restaram comprovados indícios de prática criminosa por parte do motorista do aplicativo”, diz.

O inquérito foi concluído no dia 29 de julho, um mês após a jovem registrar boletim de ocorrência, e enviado ao Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).

Segundo o G1 SC, a jovem relatou te ser jogado do veículo ao começar a se sentir tonta após ter notado que o motorista soltou um gás por baixo do banco.

Na ocasião, disse que notou que o homem teria encoberto o rosto com a gola do casaco e soltado dois jatos de um gás inodoro sob o banco dele.

“A gente chegou na frente da pista [rodovia], depois de ele parar para abastecer, e notei que subiu uma fumaça. Comecei a me sentir mal, meus olhos e garganta começaram a arder, fiquei tonta e falei que queria descer do carro, duas vezes. Ele não deu bola, continuou andando, e eu me joguei”, disse à época.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x