Guaramirim

Mulher se nega a fazer exame que comprova estupro em Guaramirim e acusado é solto

Conforme o delegado da Polícia Civil de Guaramirim, a mulher se recusou a fazer o exame de conjunção carnal

18/09/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Mulher se nega a fazer exame que comprova estupro em Guaramirim e acusado é solto

Divulgação/PMSC

O homem que foi preso em flagrante na noite de sexta-feira (17), em Guaramirim, por estuprar uma mulher de 31 anos, foi liberado.  A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência por volta das 20h50, na rua Carlos Eccel, no bairro Corticeira. 

Conforme a PM, uma vizinha relatou ter ouvido a vítima gritar por socorro e após alguns instantes, teve a impressão de que ela foi sufocada devido a voz ter ficado abafada. 

A guarnição foi até a residência e  foi atendida pelo homem de 41 anos que se recusou a abrir a porta. Os policiais viram a mulher aparentemente desorientada e arrombaram a porta. A vítima estava com diversas marcas no pescoço. 

Ela disse a guarnição que foi visitar o amigo e após ingerir bebida alcoólica, ele a agarrou pelo pescoço e a forçou a manter relações sexuais. 

Conforme o delegado de Polícia Civil de Guaramirim, Augusto Melo Brandão, a mulher ao ser encaminhada ao hospital para fazer o exame de conjunção carnal, prova que seria anexada ao inquérito e poderia mantê-lo preso em flagrante, se recusou.

“Sem o exame não se comprova o crime”, disse Brandão.

Dessa forma, o homem foi liberado e o caso será encaminhado à Comarca de Guaramirim. 

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x