Saúde

Novembro azul: urologista alerta para cuidados com o câncer de próstata

De acordo com o INCA, Instituto Nacional de Câncer, o câncer de próstata no Brasil é o segundo mais comum entre os homens

30/10/2020

Por

Novembro azul: urologista alerta para cuidados com o câncer de próstata

A prevenção e os cuidados dos homens em relação ao câncer de próstata são os principais destaques da campanha Novembro Azul. Com a detecção precoce, as chances de cura e da manutenção da qualidade de vida são grandes.

De acordo com o INCA, Instituto Nacional de Câncer, o câncer de próstata no Brasil é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não melanoma).

Leia mais:

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que todos os homens com idade superior aos 50 anos de idade realizem o PSA e o exame do toque retal anualmente.

Homens com fatores de risco (raça negra/ história familiar de câncer de próstata) devem se antecipar e realizar os exames a partir dos 45 anos de idade.

Cerca de 20 a 30% dos homens são diagnosticados através dos exames como toque retal ou o PSA, que é um exame de sangue.

A indicação da melhor forma de tratamento vai depender de vários aspectos, como estado de saúde atual, fase de desenvolvimento da doença e expectativa de vida.

No caso de tumores de baixa agressividade, há opção da vigilância ativa com o qual periodicamente se faz um monitoramento da evolução da doença. 

O câncer de próstata pode não apresentar ou apresentar poucos sintomas em sua fase inicial. Por isso a importância do acompanhamento com seu médico a fim de realizar a detecção precoce da doença.

Na fase mais avançada, o paciente pode ter dores nos ossos e sintomas urinários como jato urinário fraco e sangramento. Portanto, não deixe de procurar seu médico.

Notícias relacionadas

x