Geral

Obra da nova subestação deve iniciar em abril de 2022 em Guaramirim

A previsão é de que a construção inicie em abril de 2022, com prazo de execução e início da operação em dez meses e o investimento estimado é de R$ 15 milhões

29/09/2021

Por

Obra da nova subestação deve iniciar em abril de 2022 em Guaramirim

Ilustrativa

O gerente do Núcleo Norte da Celesc, Wagner Vogel, com o gerente da agência Regional de Jaraguá do Sul, Danilson Wolff, participaram da plenária presencial da Associação Empresarial de Guaramirim (Aciag) na segunda-feira (27) para apresentar números atualizados da Agência formada por quatro municípios e, especificamente investimentos para Guaramirim.

Um dos assuntos aguardados foi da construção de uma segunda subestação rebaixadora, na região do Quati, prevista para operar em 2023. O gerente do Núcleo Norte da Celesc Distribuição, Wagner Vogel, disse que o projeto está pronto e o licenciamento ambiental da obra encaminhado.

A previsão é de que a construção inicie em abril de 2022, com prazo de execução e início da operação em dez meses. O investimento estimado é de R$ 15 milhões. Wagner comentou que durante o pico da pandemia da Covid-19, o consumo de energia elétrica caiu drasticamente, mas atualmente é superior ao período pré pandêmico, reflexo da recuperação gradual da economia.

Os dirigentes da Celesc comentaram também sobre outros investimentos como melhorias em subestações e linhas de distribuição de média e baixa tensão, instalação de equipamentos de proteção e religadores. Foi feito também a reforma do alimentador da Estrada Bananal, além da adequação de toda a rede às margens da BR-280, por conta da duplicação do trecho urbano pelo Governo do Estado.

Está no projeto da Celesc, ainda, a reforma do alimentador no trecho entre a Avenida Izídio Carlos Peixer (no bairro Ilha da Figueira) e rua Anélio Nicocelli (no bairro Figueirinha). Esses investimentos são superiores a R$ 5 milhões.

Wagner e Danilson disseram que o setor elétrico brasileiro vive um momento tenso por conta da crise hídrica, que atinge também outros países, e que a Celesc é considerada a terceira melhor distribuidora do País, entre as 56 existentes, dados de 2020. No ano anterior foi a primeira e possui a segunda menor tarifa do Brasil.

Região conta com mais de 110 mil unidades consumidoras

As quatro cidades que integram a Unidade Jaraguá do Sul da Celesc – com Guaramirim, Schroeder e Corupá – possuem 110.027 unidades consumidores, representando 3,43% do total existente em Santa Catarina. São oito subestações, 49.645 postes, 4.575 transformadores e 44 alimentadores.

Guaramirim possui 18.553 unidades consumidoras, ou 16,86% do total da região. Existe 10.553 postes, 964 transformadores e uma subestação rebaixadora (no centro) e mais a subestação instalada no Recanto Feliz e que atende também outras cidades.

(Foto: Divulgação/Aciag)

A capacidade instalada é de 18,6 MVA. O consumo de energia, em junho, foi de 16.250 MWh. O setor industrial detém 66% do consumo, seguido pelo residencial com 18%. A força de trabalho de campo, na região, é formado por 46 eletricistas, sendo que sete atuam diretamente em Guaramirim. A esses somam-se mais 18 terceirizados.

Wagner Vogel e Danilson Wolff mostraram também investimentos que a Celesc tem feito, no Estado, em relação à tecnologia, que facilita tanto o lado operacional quanto o comercial da empresa.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x