Estadual

Operação “Segue o baile” cumpre mandados de busca e apreensão contra grupo de estelionato previdenciário em SC

A operação começou em março deste ano, após uma mulher fazer o saque de uma pensão no valor de R$ 19 mil em Florianópolis

11/11/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Operação “Segue o baile” cumpre mandados de busca e apreensão contra grupo de estelionato previdenciário em SC

Divulgação/Polícia Federal

Nesta quinta-feira (11), a Polícia Federal cumpriu 16 mandados de busca e apreensão contra o suposto crime de estelionato previdenciário, em Santa Catarina. 

A operação batizada de “Segue o Baile”, começou em março deste ano, após uma mulher fazer o saque de uma pensão no valor de R$ 19 mil em Florianópolis com documentos falsos. 

De acordo com a PF, a documentação dizia que a suspeita tinha vínculo com o segurado falecido. 

Até o momento, somente com os casos já identificados, a quadrilha causou um prejuízo superior a R$ 635 mil. Segundo a PF, o valor em fraudes pode alcançar quantia superior a R$ 10 milhões com os pagamentos futuros dos benefícios irregulares.

De acordo com a investigação, após o saque em Florianópolis, a PF conseguiu identificar diversos outros casos, bem como os suspeitos. O grupo estaria enraizado em Santa Catarina, mas teria atuação em outras partes do país.

Por meio da descoberta de segurados que vieram a óbito sem deixar dependentes, a quadrilha recrutava pessoas sem qualquer relação com os falecidos e com comprovantes de dependência falsos, passava a requerer o benefício de pensão por morte. O lucro era repartido entre os envolvidos.

A Polícia Federal não divulgou até o momento o balanço da operação.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x