Guaramirim

Órgãos públicos e sociedade formam força-tarefa para redução da criminalidade

Em busca da redução destes índices foi formada uma força-tarefa que atuará em diferentes frentes

22/09/2023

Em reunião realizada na tarde de quarta-feira (20) na Prefeitura de Guaramirim, representantes da administração municipal, das forças de segurança e da sociedade civil organizada discutiram uma pauta que tem se tornado recorrente e preocupa a população local: o aumento dos índices de população em situação de rua e da criminalidade na cidade.

Em busca da redução destes índices foi formada uma força-tarefa que atuará em diferentes frentes, desde a ação integrada na abordagem de casos suspeitos até a realização de campanhas de conscientização junto a comerciantes, lojistas e à população local.

O delegado da Delegacia de Polícia da Comarca de Guaramirim, Augusto de Melo Brandão, falou sobre a importância do trabalho conjunto. “É importante tanto os representantes da segurança pública mostrarmos o trabalho que está sendo feito, bem como apontar como que a Aciag, a CDL e outros setores podem nos auxiliar, orientando melhor os comerciantes e os moradores locais, fazendo uma frente conjunta para que tenhamos eficácia nas ações”, afirmou.

A Polícia Civil também destacou que, no caso de identificação de algum crime cometido em residências ou estabelecimentos comerciais que tenham sistema de monitoramento por vídeo, é importante que estas imagens sejam disponibilizadas no momento do registro do Boletim de Ocorrência. Na ausência de registros também podem ser citadas as características dos suspeitos, incluindo roupas e acessórios que estejam vestindo. Qualquer pessoa que testemunhe um crime pode fazer o registro na Polícia Civil, não somente a vítima.

Segundo o Comandante da 3° Companhia do 14° Batalhão de Polícia Militar, Capitão Anderson Andrey da Silva, a orientação é de que “a população, assim que constatar uma situação que identifique como crime, faça o acionamento da Polícia Militar através do 190, telefone que funciona às 24h do dia, e solicite a presença da Polícia Militar no local. A Polícia Militar continua 24h nas ruas atuando de forma preventiva e, no caso do cometimento de crimes, atuando também de forma repressiva”, disse.

 

Presença de moradores em situação de rua preocupa

Outro tema tratado no encontro foi a constatação do aumento da população em situação de rua e dependentes químicos na cidade. As Secretarias de Desenvolvimento Social e Habitação e de Saúde atuam continuamente com abordagens e encaminhamentos, e com a criação da força-tarefa será possível agilizar processos que deem o melhor tratamento e resultem em eficácia no auxílio a dependentes químicos e no combate à criminalidade. 

A Prefeitura destaca que há entidades que realizam trabalhos sociais em parceria com a administração pública e que são a melhor opção para o auxílio a estas pessoas, e orienta que os cidadãos que desejem ajudar façam doações de roupas, sapatos, alimentos e produtos de limpeza diretamente para as entidades, que têm estrutura para atender esse público vulnerável.

 

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? Participe do nosso grupo de WhatsApp ou Telegram!

Siga nosso canal no youtube também @JDVDigital

Por

Estudante da 5ª fase de Design, curiosa por natureza e apaixonada pelo que faz.

Notícias relacionadas

x