Geral

Previdência Social inicia 2022 com desafio de zerar filas até julho

No fim do ano passado, cerca de 1,8 milhões de brasileiros estava com pedidos de aposentadorias, pensões e auxílios em análise, o que causou grandes filas

24/01/2022

Por

Previdência Social inicia 2022 com desafio de zerar filas até julho

© Marcello Casal JrAgência Brasil

No fim do ano passado, cerca de 1,8 milhões de brasileiros estava com pedidos de aposentadorias, pensões e auxílios em análise, o que causou grandes filas. A falta de servidores públicos na Previdência Social para analisar os processos e a paralisação parcial de perícias médicas provocadas pela pandemia são os principais fatores. Ao assumir o cargo, em novembro, o presidente do INSS, José Carlos Oliveira, prometeu zerar a fila até julho deste ano.

De acordo com levantamento recente do Instituto Brasileiro de Direitos Previdenciários (IBDP), 1.838.459 pedidos de benefícios aguardavam uma resposta em dezembro. A organização civil sem fins lucrativos obteve as respostas por meio de requerimentos ao INSS.

Do total de pedidos em análise, cerca de 500 mil dizem respeito ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) a pessoa com deficiência. Em relação às perícias médicas, o INSS informou ao IDBP que 457,8 mil segurados tinham consulta agendada em dezembro.

Considerando o estoque de cerca de 900 mil processos em atraso, o INSS precisará analisar 131 mil pedidos extras por mês para eliminar a fila. Atualmente, o órgão recebe, em média, 800 mil pedidos por mês – entre entradas de benefícios, perícias e agendamentos – e processa cerca de 700 mil.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x