Estadual

Primavera será marcada pelo fenômeno La Ninã

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, o fenômeno será de curta duração e não muito intenso

22/09/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Primavera será marcada pelo fenômeno La Ninã

Camila Silveira Rosa

A primavera começa, oficialmente, hoje (22) à tarde no hemisfério Sul. O chamado Equinócio de Primavera terá início às 16h21 desta quarta-feira e terminará às 12h59 de 21 de dezembro. O equinócio é a época em que a luz solar atinge os dois hemisférios do planeta com a mesma intensidade, fazendo com que os dias e noites tenham as mesmas 12 horas de duração, e ocorre também no outono.

No Brasil, a chamada estação das flores deverá ser impactada pela ocorrência da chamada La Niña, um fenômeno climático natural caracterizado pelo resfriamento das águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o fenômeno será de curta duração e não muito intenso. Ainda assim, deve afetar a regularidade das chuvas em várias regiões. 

“Estamos esperando [a ocorrência do] La Niña durante a primavera, mas deverá ser de curta duração e não muito intenso”, disse, ontem (21), a coordenadora de Meteorologia Aplicada, Desenvolvimento e Pesquisa do Inmet, Márcia dos Santos Seabra, durante evento virtual sobre as perspectivas climáticas para a estação.

A Climatempo destacou que, por conta da La Niña, a primavera deverá registrar um aumento das chuvas na região Norte, onde, historicamente, costuma chover menos durante a estação.  Outubro e novembro devem ser dois meses com o aumento da frequência e do volume de chuvas sobre as regiões Sudeste, Centro-Oeste e, principalmente, Norte do Brasil. 

Contudo, apesar de atingir importantes áreas para o abastecimento dos reservatórios, o volume de chuva ainda não será suficiente para regularizar a situação de escassez hídrica.

De acordo com balanço da Epagri/Ciram, previsão é de chuva abaixo da média no Oeste e Meio-Oeste catarinense. Nas duas regiões a tendência é que o tempo permaneça mais seco, assim como foi no inverno, devido à influência do La Niña. 

A temperatura também deve ficar acima da média climatológica. Comum no período, os temporais com granizo e ventania devem ser registrados do Planalto ao litoral catarinense.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x