Jaraguá

Procuradoria da Mulher leva demandas ao Executivo de Jaraguá

A criação do Fundo foi sugerida por Nina durante sessão do Legislativo no dia 14 de setembro

23/09/2021

Por

Divulgação

A criação do Fundo Municipal de Garantia dos Direitos da Mulher e a reativação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim), que está parado há mais de um ano por conta da pandemia foram os pedidos apresentados pelas vereadoras Nina Santin Camello e Sirley Schappo, da Procuradoria da Mulher da Câmara Municipal, durante encontro com a chefe de Gabinete, Emanuela Wolff.

A criação do Fundo foi sugerida por Nina durante sessão do Legislativo no dia 14 de setembro. Para ela, este pode ser uma importante fonte de recursos para a gestão das políticas sociais de gênero no município. Porém, antes de ser criado, o Fundo precisa ser debatido entre os membros do Comdim, que ficará responsável pela sua gestão.

A retomada das atividades do Conselho, devido à pandemia, só será possível em 2022, conforme a presidente Manu Wolff. A partir desta retomada as discussões sobre o Fundo dos Direitos da Mulher serão iniciadas. A intenção é que ele possa proporcionar recursos financeiros às entidades que promovam políticas públicas e ações pelos direitos da mulher e de enfrentamento à violência contra as mulheres, assim como já fazem o Fundo da Criança e do Adolescente e o Fundo do Idoso, que também têm o propósito de financiar projetos sociais.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x