Economia

Programa Juro Zero completa dez anos de apoio a MEIs catarinenses

Das 1.077.712 empresas ativas no Estado, quase mil são MEIs

30/11/2021

Por

Programa Juro Zero completa dez anos de apoio a MEIs catarinenses

Ricardo Wolffenbüttel / Secom

O programa Juro Zero completa dez anos de apoio aos microempreendedores individuais (MEIs) catarinenses neste mês. Das 1.077.712 empresas ativas no Estado, quase mil são MEIs, sendo que alguns já acionaram o programa, que disponibiliza empréstimos de até R$ 5 mil para pequenos negócios catarinenses.

Desde que foi implantado em 2011, o Juro Zero concedeu R$ 399.272.775,00 em 125.287 operações, movimentando a economia catarinense em mais de R$ 447 milhões. O programa é uma iniciativa do governo do Estado, por meio da secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável e da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc), em parceria com as instituições de microcrédito catarinenses.

Geser Luciano de Souza começou o negócio como microempreendedor e hoje se tornou microempresário (ME). Quando estava no início, Souza, de Blumenau, fez duas operações com o programa. Ele começou atividades em 2011, desenvolvendo um molde de grampo fixador de telha, contra vendavais. Na época, ele trabalhava como funcionário, mas reuniu recursos e conseguiu patentear o produto.

“Apesar de algumas dificuldades, em 2014 consegui abrir um CNPJ como MEI, as portas foram se abrindo e comecei a atender outras empresas, emitindo nota fiscal eletrônica e com o Juro Zero, a empresa foi expandindo”, conta.

O ME procurou uma instituição de microcrédito que sugeriu a ele fazer uma nova operação para injetar os recursos na empresa e realizar os projetos que estavam em mente. Então, o MEI começou a entrar na linha moveleira, fabricando também pezinhos para sofás e móveis. A empresa, em Blumenau, prosperou e, em 2020, o faturamento ultrapassou o limite de MEI, obrigando Souza a mudar o porte da empresa para uma Microempresa (ME).

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x