Esportes

Rayssa Leal, a Fadinha, conquista prata no skate street em Tóquio 2020

Com 13 anos ela foi a medalhista mais jovem a representar o país

26/07/2021

Por

Rayssa Leal, a Fadinha, conquista prata no skate street em Tóquio 2020

Rayssa Leal, mais conhecida como Fadinha, conquistou o prata na modalidade skate street, nesta madrugada (26), representando o Brasil nas Olímpiadas de Tóquio 2020. Com 13 anos ela foi a medalhista mais jovem da história a representar o país. A jovem é natural de Imperatriz (MA) e marcou 14,64 na somatória, ficando atrás apenas de Nishiya Momiji (do Japão), com 15,26, também de 13 anos. Funa Nalayama, de 16 anos, também japonesa, ficou em terceiro lugar. As disputas ocorreram em Ariake, no Japão.

Leia mais:

A skatista apresentou descontração e tranquilidade durante a competição, fazendo manobras ousadas e até dançando algumas vezes.

“ Eu estou muito feliz, esse dia vai ser marcado na história. Eu tento ao máximo me divertir porque eu tenho certeza de se divertindo as coisas fluem, deixa acontecer naturalmente, se divertindo”, disse a skatista ao site do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Houve outras duas brasileiras representando o país, mas não passaram para a próxima fase com Rayssa.

Fadinha possui mais de três milhões de seguidores no Instragram e acredita que consegue influenciar várias outras meninas a praticarem o esporte.

“Saber que muitas meninas já me mandaram mensagem no Instagram falando que começaram a andar de skate ou os pais deixaram andar de skate por causa de um vídeo meu, eu fico muito feliz porque foi a mesma coisa comigo. Minha história e a história de muitas outras skatistas que quebraram todo esse preconceito, toda essa barreira de que o skate era só para menino, para homem, e saber que estou aqui e posso segurar uma medalha olímpica, é muito importante para mim”, concluiu.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x