Estadual

Relatório da Operação Alcatraz aponta indícios de conduta criminosa de 20 investigados em Santa Catarina

De acordo com a investigação, os fatos ocorreram entre 2011 e 2017

18/11/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Relatório da Operação Alcatraz aponta indícios de conduta criminosa de 20 investigados em Santa Catarina

Divulgação/JusCatarina

Nesta quinta-feira (18), a Polícia Federal confirmou que encaminhou à 1ª Vara da Justiça Federal de Florianópolis, o último relatório do inquérito sobre a primeira fase da Operação Alcatraz, deflagrada em maio de 2019. 

Conforme a PF, o documento aponta indícios de conluio criminoso na forma de cartel e cita 20 investigados suspeitos de fraudar licitações na secretaria da Administração de Santa Catarina. 

Durante a ação, foram apreendidos e sequestrados imóveis, veículos e valores depositados em contas bancárias. 

De acordo com a investigação, os fatos ocorreram entre 2011 e 2017.  Foram efetuados pagamentos de vantagens indevidas aos agentes públicos.

A primeira fase da operação tinha como objetivo combater fraudes a licitações e desvios de recursos públicos ligados a contratos de prestação de serviços de mão de obra terceirizada e do ramo de tecnologia firmados com órgãos do poder Executivo.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x