Estadual

Santa Catarina anuncia R$ 600 mi para UTIs e policiais para conter aglomerações

Novas regras entraram em vigor na madrugada desta quinta-feira:

25/02/2021

Por

Santa Catarina anuncia R$ 600 mi para UTIs e policiais para conter aglomerações

O Executivo catarinense anunciou R$ 600 mi para contratar UTIs-Covid em hospitais privados e 500 policiais militares para conter aglomerações, durante a sessão do parlamento estadual na tarde de terça-feira (23). Santa Catarina vive em estado crítico, com a taxa de ocupação de leitos de UTI com pacientes vítimas da Covid-19 de 90%.

O governador Carlos Moisés anunciou o aumento na fiscalização e recursos para, em parceria com gestores municipais, conter o avanço da Covid-19 em Santa Catarina. Em reunião com prefeitos, representantes de Poderes e o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, o governador confirmou que o Estado dispõe de R$ 600 milhões para ativação de leitos de UTI na rede privada, R$ 300 milhões para aquisição de vacinas e que um efetivo de 500 policiais militares atuará, exclusivamente, na fiscalização de atividades que estejam descumprindo os protocolos sanitários de prevenção ao novo coronavírus.

Segundo o governador, o foco é coibir atividades que não estejam cumprindo as regras. Os 500 policiais estavam atuando na temporada de verão 2020/2021 e fazem parte dos mil aprovados no concurso de 2019.

Autoridades e participantes da reunião defendem a atuação conjunta entre poderes nas esferas estadual e municipal para conter o avanço da doença em Santa Catarina. O aumento da fiscalização para combater aglomerações e festas clandestinas foi citado como uma das frentes de atuação mais importantes no atual cenário da pandemia no Estado.

Leia mais:

VÍDEO: Vacinação em SC: Estado recebe mais 59,5 mil doses da vacina Oxford-AstraZeneca

Transporte coletivo pode funcionar com 50% da capacidade em Santa Catarina de acordo com novo decreto

Operação Maserati contra facção criminosa é deflagrada em Santa Catarina

 Medidas mais restritivas a partir desta quinta (25)

– para casas noturnas e casas de espetáculos, proibição de funcionamento em todos os níveis de risco;

– para venda e consumo de bebidas alcoólicas em postos de combustíveis e suas lojas de conveniência entre 24h e 6h, proibição em todos os níveis de risco.

– para o transporte coletivo urbano municipal, intermunicipal e interestadual, redução do limite de funcionamento para 50% da capacidade do veículo, em todos os níveis de risco;

– redução do limite de funcionamento para 25% de ocupação, em todos os níveis de risco: parques temáticos e zoológicos; cinemas e teatros; bares; circos e museus; e igrejas e templos religiosos.

– redução do limite de funcionamento para 25% de ocupação e limitação do horário de funcionamento somente entre 6h às 23h59min, em todos os níveis de risco: eventos sociais e de qualquer natureza, inclusive os na modalidade drive-in; congressos, palestras e seminários; e feiras, exposições e inaugurações.

– limitação do horário de funcionamento somente entre 6h às 23h59min, em todos os níveis de risco: academias e centros de treinamento; piscinas de uso coletivo, clubes sociais e esportivos e quadras esportivas, sendo proibidas essas atividades aos sábados e domingos; shopping centers e centros comerciais; e restaurantes, cafeterias, pizzarias, casas de chás, casas de sucos, lanchonetes, confeitarias, padarias e afins;

– utilização de faixas de areia de praias, parques, praças, jardins botânicos, balneários e demais espaços públicos somente sem aglomeração.

– os municípios catarinenses, por meio dos respectivos prefeitos, poderão estabelecer medidas específicas de enfrentamento mais restritivas.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x