Economia

Santa Catarina cria mais de 10 mil novas vagas de emprego em julho

A indústria foi o segmento que mais criou novas vagas em julho.

25/08/2020

Por

Santa Catarina cria mais de 10 mil novas vagas de emprego em julho

A economia catarinense encerrou o mês de julho com saldo de 10.044 novas vagas de emprego. O resultado é o melhor em 16 anos, desde que iniciou a série histórica, que analisa dados desde 2004. Também representa o maior saldo entre os estados do Sul e o terceiro na comparação com o restante do país, atrás apenas de São Paulo (22.967) e Minas Gerais (15.843).

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na sexta-feira (21) pelo Ministério da Economia.

Leia mais:

O levantamento reforça os bons sinais de retomada da atividade econômica catarinense, que vem apresentando desempenho positivo em indicadores como taxa de produção industrial, volume de vendas do comércio e índice de ocupação.

Santa Catarina bateu recorde na geração de empregos no mês de julho em toda série histórica.

Ao todo, em 213 municípios, o volume de admissões foi maior que o de demissões, incluindo a região do Vale do Itapocu.

A indústria foi o segmento que mais criou novas vagas em julho.

De acordo com o Caged, o setor foi responsável pela abertura de 7.672 posições de trabalho com carteira assinada no período. O número reflete o bom resultado da produção industrial medida pelo IBGE, que indicou alta de 9,1% em junho frente a maio em Santa Catarina.

Além da indústria catarinense, o comércio (1.443) e a construção civil (1.199) foram os setores que mais colaboraram para o desempenho. No Brasil, o saldo de novas vagas também foi positivo, 131.010 postos de trabalho com carteira assinada foram abertos no último mês.

Saldo de empregos é positivo em julho, mas negativo no ano

Depois de sequência negativa no saldo de empregos, entre março e junho, a região obteve resultado positivo em julho com a criação de 309 postos de trabalho formais, que é a diferença entre as contratações e os desligamentos. Guaramirim foi quem mais criou vagas no mês passado (115).

No entanto, considerando o acumulado do ano (janeiro a julho), ainda existe acumulado negativo na região de 2.316 postos de trabalho. O Ministério da Economia divulgou a informação na sexta-feira, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No Brasil, o saldo positivo em julho foi de 131.010 vagas criadas e Santa Catarina com 10.044.

No Estado, o acumulado do ano fechou negativo com perda de 45.095 empregos, até o mês passado. Guaramirim acumula saldo negativo de 635, Jaraguá do Sul de 1.405, Massaranduba de 193 e Schroeder de 83. Somente Corupá teve acréscimo de 7 empregos gerados de janeiro a julho, diferença entre as admissões e demissões no período.

Mas, considerando julho, todos os municípios tiveram mais contratações do que desligamentos de empregados com carteiras assinadas. Schroeder teve saldo de 50, Massaranduba 66, Jaraguá do Sul 41, Guaramirim 115 e Corupá, 37 novos postos.

 

Notícias relacionadas

x