Economia

Santa Catarina reforça as ações de prevenção contra a peste suína africana

A reunião para a prevenção aconteceu na última sexta-feira (6), durante encontro do Comitê de Sanidade Suídea
 

09/08/2021

Por

Santa Catarina reforça as ações de prevenção contra a peste suína africana

Após um caso de peste suína africana (PSA) ser notificada nas Américas, Santa Catarina intensifica o cuidado para a proteção do plantel. A secretaria da Agricultura, da Pesca e desenvolvimento rural reuniu técnicos e lideranças do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e iniciativa privada para discutir técnicas e estratégias de prevenção e conscientização contra a peste. A reunião aconteceu na última sexta-feira (6), durante encontro do Comitê de Sanidade Suídea.

Leia mais:

“Estamos agindo preventivamente para proteger o nosso rebanho e o nosso agronegócio. A suinocultura é uma das principais atividades econômicas de Santa Catarina e nós queremos reforçar as medidas de prevenção e conscientização de produtores, turistas e catarinenses. Embora a peste suína africana não seja uma doença transmissível para o ser humano, ela prejudica a economia como um todo e nós precisamos proteger a nossa economia. Nós somos guardiões da saúde animal em Santa Catarina e esse é um grande desafio diário”, destaca o secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva.

A peste suína africana está presente em mais de 50 países, entre eles, a República Dominicana – este é o primeiro registro da doença no continente americano desde a década de 80. O Mapa, pretende reforçar a vigilância em portos e aeroportos, além de fortalecer sua capacidade de prevenção do ingresso do vírus da PSA no Brasil. Em Santa Catarina, as ações contarão com o apoio da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) e da iniciativa privada.

De acordo com a pasta, Santa Catarina é o maior produtor e exportador de carne suína do Brasil e tem no agronegócio a base da sua economia, responsável por quase 70% de toda exportação e por mais de 30% do Produto Interno Bruto (PIB) estadual.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x