Geral

Schroeder fica fora da lista dos Top 100 Green Destinations

Oito destinos brasileiros foram reconhecidos na última terça-feira (5)

09/10/2021

Por

Schroeder fica fora da lista dos Top 100 Green Destinations

Divulgação/PMS

Oito destinos brasileiros foram reconhecidos na última terça-feira (5) na lista dos 100 destinos locais e regionais em todo o mundo que estão dando passos de melhorias e fazendo progressos promissores para uma indústria do turismo mais sustentável, o Top 100 Green Destinations. Dos destinos, quatro são catarinenses.

Para o diretor do Programa DEL na Facisc, Rogério Maldaner, esta é uma oportunidade para levar o nome do DEL e da Facisc ao conhecimento de todos e certamente este reconhecimento mundial é um grande diferencial.

“A rede DEL acaba trazendo muito valor agregado e com o desenvolvimento econômico local, permite aos municípios crescerem com qualidade de vida. Isso faz com que tenhamos exemplos inspiradores e boas práticas de gestão compartilhadas”, ressaltou.

O reconhecimento aconteceu durante um dos principais eventos de turismo sustentável internacional, o Global Green Destinations Days, evento anual do Green Destinations para conectar profissionais de sustentabilidade, destinos e conselhos de turismo por meio de boas práticas.

A seleção na lista anual é uma verificação de sustentabilidade que garante que os participantes sejam destinos que estão fazendo esforços e progredindo em direção a uma indústria de turismo mais sustentável e responsável. A seleção para a lista é baseada em avaliações de Histórias de Boas Práticas.

O município de Schroeder, que em 2020 apareceu na lista, não conseguiu manter-se. De Santa Catarina aparecem na relação divulgada esta semana as cidades de Bombinhas, Itá, Forquilhinha e Orleans e mais Canguçu, São Miguel do Gostoso, Tibau e Tibau do Sul.

Os concursos dos Top 100 e o Top 100 Stories Awards são uma iniciativa da Green Destinations e do programa Quality Coast Awards, apoiado por entidades de diversos países.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x