Estadual

Segundo o Ministério Público, a adolescente foi assassinada por estrangulamento na Serra

Após confessar a participação no crime,o menor de 15 anos e vizinho teve a sua internação provisória decretada

15/02/2021

Por

Segundo o Ministério Público, a adolescente foi assassinada por estrangulamento na Serra

A adolescente, Ana Kemilli, de 14 anos, encontrada morta três dias após o desaparecimento, no interior de Campo Belo do Sul, na Serra de SC, foi assassinada por estrangulamento, segundo o Ministério Público de Santa Catarina. O vizinho dela, de 15 anos, teve a internação provisória decretada pela Justiça e cumprida nesta sexta-feira (12), um dia após confessar participação no crime.

O homicídio da jovem teria ocorrido ainda no dia 8 de fevereiro, quando a menina desapareceu no percurso de volta para a casa, informou a promotoria. O corpo dela foi encontrado por moradores do Assentamento 17 de Abril, em uma área de mata no interior da cidade. A vítima, conforme a polícia, estava amarrada em uma árvore e encoberta pela vegetação.

Após a localização do corpo, o vizinho que havia também havia sumido de casa, se apresentou à polícia espontaneamente e declarou o seu envolvimento no crime. O delegado responsável pelas investigações, Thiago Gomez, disse que o jovem estava bastante assustado e não teria fornecido detalhes sobre o fato. A polícia acredita no envolvimento de outras pessoas. 

Segundo informaçãoes da promotoria, o adolescente deve ficar internado por um período de 45 dias, por ato infracional análogo ao crime de homicídio – tempo máximo permitido para uma apreensão antes de sentença definitiva, segundo o Estatuto da Criança e Adolescente. 

A internação provisória ocorre quando a liberdade do adolescente infrator põe em risco as investigações e o processo, antes da sentença definitiva. 

Reportagem: NSC total

Fotos: Reprodução/Arquivo Pessoal

Notícias relacionadas

x