Variedades

“Senti emoção surreal”, afirma jovem que resgatou celular do lixão

Aparelho tinha contato de médicos que cuidam do pai dele, que teve AVC

06/01/2023

Rodrigo Agustini recebeu uma ligação da mãe, Ana Valkiria Massenz, na última terça-feira (3). Ela havia jogado o aparelho celular no lixo, sem querer. “Ficou desesperada. E nós já tínhamos colocado o lixo na lixeira, e o caminhão já tinha recolhido”, relatou o operador de máquinas de Caxias do Sul (RS), de 31 anos.

O valor do aparelho era maior do que o mercado pagaria por um celular de segunda mão, porque tinha os contatos dos médicos do pai de Rodrigo, de 72 anos, que está acamado desde que sofreu um AVC. Além disso, o cartão do banco da mãe estava guardado na capinha do telefone. O aparelho foi parar no lixo no momento em que Rodrigo e Ana Valkiria separavam cadernos velhos para a reciclagem.

Rodrigo disse para a mãe ficar calma e ligou imediatamente para a Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul, responsável pela limpeza urbana. Ele descobriu o prefixo do caminhão que passou pela rua do apartamento da família e correu para a estação de transbordo, à espera do veículo.

“No que o motorista descarregou o lixo, eu já fui procurando a sacola parecida com a sacola que a gente tinha jogado fora. Eu fui procurando, e o pessoal (funcionários da estação), me ajudando”, disse. Mas ele não achava e, por isso, desconfiou do caminhão indicado.

Rodrigo resolveu procurar no lixo que chegou em outros caminhões. Ao mesmo tempo, a mãe e o irmão ligavam para o aparelho para que o som da chamada ajudasse nas buscas. Novos veículos descarregavam lixo, e nada do aparelho. Quase desistindo, duas horas depois do começo das buscas, Rodrigo encontrou resquícios do lixo de casa e voltou a se animar. Com uma enxada, acabou encontrando o celular.

“Eu senti uma emoção surreal. Todo mundo empenhado, foi uma sensação de alívio total pra todo mundo. Quando eu peguei o telefone na mão – minha mãe tem uma imagem de santinha como proteção de tela – eu só agradeci a Deus”, disse ele. Pela ligação da portaria do condomínio onde moram, ele confirmou à mãe que tinha encontrado o aparelho.

Agora, Rodrigo e Ana Valkiria devem voltar à estação de transbordo para presentear os funcionários que ajudaram nas buscas.

 

Conteúdo original publicado por SCC10

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Por

Notícias relacionadas

x