Jaraguá

Setembro Amarelo é mês de prevenir problemas de saúde mental

A campanha Setembro Amarelo, que debate mundialmente a importância de prevenir problemas de saúde mental, ganhou ainda mais urgência entre os anos de 2020 e 2021

23/09/2021

Por

Setembro Amarelo é mês de prevenir problemas de saúde mental

Reprodução

A campanha Setembro Amarelo, que debate mundialmente a importância de prevenir problemas de saúde mental, ganhou ainda mais urgência entre os anos de 2020 e 2021, em meio ao isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19. Medos, incertezas em relação ao futuro, luto e dificuldades financeiras vêm marcando a vida de muitas pessoas e estão entre as principais causas de depressão, ansiedade excessiva e falta de motivação.

Pesquisa do instituto Ipsos, encomendada pelo Fórum Econômico Mundial, destaca que 53% dos brasileiros declararam que seu bem-estar mental piorou um pouco ou muito no último ano. Essa percentagem só é maior em quatro países: Itália (54%), Hungria (56%), Chile (56%) e Turquia (61%).

Um relatório de 2017 da OMS (Organização Mundial da Saúde) já apontava o Brasil como um país de grande prevalência de transtornos de ansiedade nas Américas:  9,3% da população, o equivalente a 18,6 milhões de pessoas.

Os sinais de alerta costumam variar de pessoa para pessoa, mas existem alguns indícios que servem para detectar se você ou um ente querido está precisando de auxílio profissional.

Segundo especialistas, é necessário ficar atento às alterações repentinas de humor e comportamento, bem como às mudanças bruscas na rotina, como qualidade do sono, alimentação, abandono de atividades que antes eram prazerosas ou ainda desistência de planos futuros.

O uso abusivo ou a mudança no padrão de consumo de álcool, substâncias tóxicas e medicações também servir de alerta.

Umas das formas mais práticas de buscar apoio, é entrando em contato com o CVV (Centro de Valorização da Vida), um serviço gratuito que oferece auxílio emocional 24 horas. Tem também em Jaraguá do Sul, instalado junto a rodoviária.

O atendimento é realizado em sigilo total, por meio de telefone (188), e-mail, chat ou ainda pessoalmente. Os canais e endereços estão disponíveis no site www.cvv.org.br.

Mais de 3 milhões de pessoas são atendidas anualmente pelo CVV, que oferece mais de quatro mil voluntários localizados em 24 estados e no Distrito Federal.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x