Sem categoria

Sistema de abastecimento do Rio Molha será inaugurado domingo

Nesta obra, o Samae utilizou tubulação de PEAD (Polietileno de Alta Densidade), com menos conexões em relação aos outros materiais, diminuindo os riscos de vazamentos nestes pontos

21/02/2020

Por

Sistema de abastecimento do Rio Molha será inaugurado domingo

No domingo (23), às 10h, a Prefeitura e o Samae inauguram o novo sistema de abastecimento de água do Rio Molha, obra que beneficia os bairros Rio Molha e parte da Barra do Rio Molha e da Vila Nova. A inauguração será em frente ao reservatório intermediário, localizado na RI-069, uma lateral da rua principal do bairro, na altura do número 1.508.

Segundo o presidente do Samae, Ademir Izidoro, 1997 a população destes bairros é atendida pelo Sistema Independente do Rio Molha, uma captação de água do ribeirão localizada no alto do morro, cuja capacidade de tratamento é de 28 litros por segundo que será desativado, permanecendo em funcionamento apenas o reservatório.

Esse será o primeiro sistema independente a ser desativado. Dos existentes, vai permanecer apenas o de Santa Luzia. Ademir explica que “a dificuldade desse sistema é a vulnerabilidade, ou seja, em períodos de muita chuva, precisa ser desligado por causa da turbidez da água e, em períodos de estiagem, o que impede o tratamento é a falta de água, além do custo de manutenção”.

O presidente da autarquia lembra que a obra foi feita por meio do Plano de Ampliação de Saneamento (PAS), com investimento de R$ 4 milhões, sendo parte recursos do Samae e parte financiado pelo BNDES. O novo sistema do Rio Molha é composto por 3.636 metros de rede, sendo boa parte em PEAD, dois reservatórios de 100 mil litros cada, localizados no Parque de Eventos, o reservatório denominado Intermediário – construído em aço vitrificado –, que tem capacidade para armazenar 500 mil litros de água, além de 500 mil litros do sistema independente – localizado na Rua Pedro Chiodini –, que está sendo desativado e cujo reservatório permanecerá em uso para abastecer a chamada parte alta do Rio Molha.

Novo modelo de tubulação de alta densidade foi empregado na obra

Nesta obra, o Samae utilizou tubulação de PEAD (Polietileno de Alta Densidade), com menos conexões em relação aos outros materiais, diminuindo os riscos de vazamentos nestes pontos. Outra vantagem é a capacidade desta tubulação suportar alta pressão. “Também fazem parte da obra, a melhoria na entrada de energia elétrica do Parque Municipal de Eventos, as instalações com as bombas na Estação de Recalque de Água Tratada e no Reservatório Intermediário”, lembra Ademir Izidoro.

O Plano de Ampliação de Saneamento iniciado em junho do ano passado contempla investimentos de R$ 57 milhões em várias frentes. Com a instalação de 11 novos reservatórios, o Samae aumentará a capacidade de reservação para 26 milhões de litros de água potável. Um destes reservatórios é o novo R3, na Vila Baependi, fundos da KG Motos, onde foi demolida uma estrutura de um milhão de litros e está sendo erguido um novo reservatório para quatro milhões. É o maior reservatório de água de Jaraguá do Sul. Um dos reservatórios antigos, de um milhão de litros, permanece. Nas próximas semanas, o Samae entregará à comunidade, também, o novo sistema de abastecimento de água do Boa Vista, que está em fase de conclusão.

Notícias relacionadas

x