Sem categoria

Sucessão familiar nas empresas é tema hoje de painel no Cejas

Para falar sobre o assunto foram convidados os especialistas na área, Fernando da Silva Chaves e Léia Wessling, com mediação do presidente da Acijs, Anselmo Ramos.

26/06/2019

Por

Sucessão familiar nas empresas é tema hoje de painel no Cejas

Segundo dados do Sebrae e do IBGE, as empresas familiares geram 65% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e empregam 75% da força de trabalho, além de representarem 90% dos empreendimentos no Brasil. Elas apresentam pontos fortes, como a agilidade na tomada de decisões, disposição de familiares para investir capital próprio, prestar garantias pessoais para levantar recursos e a força da imagem do fundador perante o mercado.

Mas, os mesmos dados apontam que 70% delas encerram suas atividades pela morte do fundador, pois muitas empresas não conseguem se manter após a mudança de líder por não disporem de planejamento jurídico e de práticas de gestão adequados. Além de problemas, como contratações baseadas em critérios subjetivos, dependência das decisões do fundador e extração de recursos da empresa para o sustento de muitos descendentes e suas novas famílias, as empresas familiares ficam vulneráveis a acontecimentos não empresariais como casamento, divórcio e falecimento de sócio.

É pensando nisso que o Núcleo das Transportadoras da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul vai realizar no dia 26 de junho, quarta-feira, o painel Governança e Sucessão Familiar, para destacar a importância do planejamento de sucessão para a sobrevivência no negócio.

No painel, especialistas na área darão dicas para garantir que o processo de transição seja feito de forma transparente e organizada, preparando a futura liderança para os desafios do empreendimento e fortalecendo sua competitividade no mercado. Aberto ao público, o evento começa às 19 horas.

Para falar sobre o assunto foram convidados os especialistas na área, Fernando da Silva Chaves e Léia Wessling, com mediação do presidente da Acijs, Anselmo Ramos. O acesso é gratuito.

Notícias relacionadas

x