Geral

Vereador vai judicializar contra Celesc sobre loteamentos em regularização de Jaraguá

O vereador Luís Fernando Almeida voltou a criticar a Celesc por tratar com descaso os loteamentos que estão em processo de regularização fundiária no município

31/08/2021

Por

Vereador vai judicializar contra Celesc sobre loteamentos em regularização de Jaraguá

O vereador Luís Fernando Almeida voltou a criticar a Celesc por tratar com descaso os loteamentos que estão em processo de regularização fundiária no município. Segundo ele, a justificativa da empresa é a de que está impedida de fazer a ampliação da rede elétrica nesses locais por questões estruturais. Em março, o vereador já havia feito uma moção de apelo pedindo o fornecimento de energia nessas regiões, mas nada foi feito até o momento. “Jogaram a moção no lixo. Na hora de cobrar, eles sabem fazer muito bem”, critica.

Leia mais:

O vereador relata que muitas famílias, por falta dessa estrutura elétrica, acabam puxando energia de outras fontes. Com isso, algumas delas precisam ter planilha para usar a eletricidade, como, por exemplo, na hora do banho.

Almeida aponta que recentemente a Celesc fez a ampliação da rede elétrica em outros loteamentos que ainda nem foram mapeados pela Prefeitura e que não possuíam nenhuma fundamentação jurídica, um ato que ele classificou como irresponsável e que beira a ilegalidade. “Em núcleos urbanos que não fazem parte do mapa do município, que não foram mapeados, já foram feitas instalações”, adverte.

Agora ele procura saber o motivo desse serviço ter sido feito nessas localidades enquanto os loteamentos que esperam por eletricidade há anos ainda não foram atendidos. Almeida ainda relata que a Secretaria Municipal de Urbanismo tem feito muitos trabalhos que são de responsabilidade da Celesc e parabenizou a pasta pela iniciativa.

O vereador do MDB avisou que vai acionar o Ministério Público para buscar uma resposta da Celesc sobre essa situação e expor qual foi o critério adotado para as instalações.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x