Geral

Vereadora de Jaraguá do Sul quer inclusão de kit postinho no Programa Minha Casa Melhor

O kit constitui-se de um pequeno poste de energia elétrica com caixa de medição incorporada

03/08/2021

Por

Vereadora de Jaraguá do Sul quer inclusão de kit postinho no Programa Minha Casa Melhor

Indicação da vereadora Nina Santin Camello aprovada na sessão de quinta-feira (29), pede alteração de lei municipal vigente para incluir o kit postinho da Celesc no Programa Minha Casa Melhor. O kit constitui-se de um pequeno poste de energia elétrica com caixa de medição incorporada, ou seja, a caixa medidora de energia vem embutida no poste.

Leia mais:

Dentro dele também é instalado a fiação, os disjuntores, o Dispositivo Protetor de Surtos (DPS), a haste de aterramento e conectores. O poste é produzido por fabricantes homologados pela Celesc e pode ser adquirido por um preço que varia entre R$ 2.500,00 a R$ 3.700,00. Porém, Nina alerta que as famílias de baixa renda não têm condições de comprá-los.

­Segundo a vereadora, muitos moradores a têm procurado buscando ajuda para conseguir esses equipamentos. “Muitos acabam fazendo um ‘rabicho’ na rede elétrica da casa de vizinhos para puxar energia para sua residência, colocando todos em risco”, adverte.

Nina lembra que o Programa Minha Casa Melhor compreende a doação de materiais de construção a essas pessoas, como equipamentos sanitários, esquadrias, ferragens, vidraçaria, revestimentos, material hidráulico e elétrico.

“Além dos itens já previstos na lei, há necessidade de inclusão do kit postinho da Celesc, uma vez que em diversos imóveis há necessidade de instalação ou adequação do padrão de entrada para famílias de baixa renda, que não conseguem arcar com tal custo”, defende Nina.

A sugestão seguiu para análise do Executivo.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x