Alimentação, sono e exercícios: os aliados do metabolismo e da boa forma

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Conforme um estudo da UFPel e da Vital Strategies, a maioria dos brasileiros, 56,8%, tem peso acima do ideal, com maior proporção entre as pessoas de 45 a 54 anos e de 18 a 24 anos.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Para não prejudicar o emagrecimento ou a manutenção do peso, é preciso evitar a queda do metabolismo, que é a velocidade com que o corpo queima calorias.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

A endocrinologista Claudia Chang, da USP e da SBEM, deu cinco dicas para manter o metabolismo alto e a saúde em dia.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

A primeira dica é fugir do estresse, que libera o hormônio cortisol e diminui o metabolismo, dificultando a perda de peso.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Qualidade na alimentação, evite restrições excessivas que podem levar à perda de massa muscular e à redução do metabolismo a longo prazo.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Dormir bem, pois a privação do sono aumenta o cortisol, diminui o metabolismo e incentiva decisões como comer doces ou pular o treino.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Praticar exercícios aeróbicos e os de força, que elevam o metabolismo durante e após a atividade, além de preservar a massa muscular.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Beber água, pois a desidratação pode causar fadiga, reduzir o metabolismo e interferir na queima de gordura.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Criação:  Isabel Santos

Imagens de celebridades:  Instagram Outras Imagens: Banco de imagens