Reforma Trabalhista aumenta número de empregados sem renda

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

A Reforma Trabalhista de 2017 criou uma nova modalidade de contrato de trabalho: o intermitente.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Nesse tipo de trabalho, o empregado não tem jornada fixa nem salário garantido. Só recebe quando é convocado pelo patrão.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Segundo o Caged, 5,86% das vagas de emprego criadas em 2023 foram de trabalho intermitente. Em 2021, eram 3,33%.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

O MTE estima que 5,3 milhões de trabalhadores formais são não típicos, como intermitentes, temporários e aprendizes.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Desses, cerca de 66% não trabalham nem recebem nada. São formalmente empregados, mas na prática estão desempregados.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

O trabalho intermitente é uma forma de precarização do trabalho, que não gera valor nem qualidade de vida.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

É um trabalho que conta para as estatísticas, mas não reflete a realidade do mercado de trabalho brasileiro.

Foto: Redes Sociais ou Banco de Imagens

Criação:  Isabel Santos

Imagens de celebridades:  Instagram Outras Imagens: Banco de imagens