Guaramirim

2ª Cia PM quer repor contingente e mostra ocorrências em Guaramirim

A perda de contingente foi motivada pela reserva remunerada, onde o policial completou o tempo de serviço e aposentou-se

20/10/2021

Por

2ª Cia PM quer repor contingente e mostra ocorrências em Guaramirim

Divulgação

De 2019 para 2021, a 2ª Companhia do 14º Batalhão de Polícia Militar, de Guaramirim, perdeu 20% do seu contingente, que já era baixo. A informação é do comandante, Major Edson Jesus da Silva, que participou da plenária híbrida da Associação Empresarial de Guaramirim (Aciag), na segunda-feira (18), acompanhado pelo comandante do 14º BPM, Tenente Coronel Valdeci Oliveira da Silva. A pauta foi segurança pública.

A perda de contingente foi motivada pela reserva remunerada, onde o policial completou o tempo de serviço e aposentou-se.

“Estamos em tratativas para repor a redução do contingente e a esperança é a vinda de PMs da turma que está se formando em dezembro. Inclusive a estrutura do quartel da 2ª Companhia está sendo melhorada para dar mais condições de trabalho aos PMs”, comentou o Major Edson.

O comandante do Batalhão, Tenente Coronel Valdeci, traçou um panorama geral das ações da PM na região, assim como dos programas que são desenvolvidos, que fazem com que os indicadores de segurança da região sejam um dos melhores de Santa Catarina e do Brasil.

“Temos problemas também, mas dá para melhorar”, registrou.

O Major Edson disse que em termos de viaturas, a 2ª Companhia conta com 11, assim como armamentos.

“Nesse ponto estamos tem supridos, a dificuldade é o material humano. Perdemos oito nos últimos tempos, que esperamos seja logo restituído. Logo também receberemos duas novas viaturas adquiridas por meio do convênio de trânsito”.

A participação dos oficiais da PM na plenária da Aciag atende ao planejamento estratégico da Diretoria do Comércio, conforme o presidente Adilson Demathê, buscando a segurança dos estabelecimentos por meio da Rede Comércio Seguro, que já funcionava informalmente e atualmente conta com 34 lojas cadastradas.

Ela é uma parceria da PM, Aciag e CDL e derivou do grupo de WhatsApp, criado em 2017. O presidente Demathê enfatizou a necessidade do aumento do efetivo e disse que a entidade apoia todo o movimento nesse sentido.

A ideia da Rede Comércio Seguro é promover a interação entre a PM e os comerciantes locais para que, por meio da troca de informações haja um aumento da prevenção aos crimes patrimoniais e contra a fé pública no comércio local.

Outro objetivo é a troca qualificada de informações entre os comerciantes e a PM, que no primeiro momento presta orientação, via consultoria de prevenção ao crime na própria loja. Essa Rede tem similaridade com a Rede de Vizinhos, onde em Guaramirim já existe 17 núcleos e 1.164 famílias envolvidas e mais três que serão ativadas ainda em outubro.

Perturbação do sossego público tem registrado altos índices

O Major Edson Jesus da Silva, comandante da 2ª Companhia do 14º Batalhão PM, mostrou na Aciag, esta semana, alguns números das ocorrências registradas em Guaramirim, comparando os primeiros semestres dos últimos três anos. Em 2019 foram registrados de janeiro a junho 122 furtos, no ano passado 107 e este ano, 106.

Houve uma pequena redução. Edson citou que três meliantes são velhos conhecidos da PM, rapazes entre 26 e 29 anos, já com 43, 53 e 85 boletins de ocorrências, respectivamente, por furtos no comércio local, principalmente.

“Eles são presos, mas a legislação lhes favorece e logo voltam para a rua praticando crimes, isso é ruim”, observou.

Com relação aos roubos – que ocorre com ameaça e violência – aconteceram 25 no primeiro semestre de 2019 em Guaramirim, 13 (em 2020) e 14 neste ano. No entanto, o que tem crescido é a perturbação do sossego público como embriagues, som alto e outros. De 355 em 2019 saltou para 692 no ano passado e 644 neste ano.

O comandante Edson observou que ela ocorre principalmente nas sextas-feiras e sábados.

“Entre 21h e 23h, Guaramirim tem mais ocorrências de perturbação do que Jaraguá do Sul, que tem população três vezes maiores. Nós somos chamados para intervir e isso acaba tirando o foco de outras ações para reduzir a criminalidade, como as barreiras, que são muito importantes para barrar a vinda de meliantes, principalmente da região de Joinville”.

O total de ocorrências durante o ano de 2019 atendidas pela PM em Guaramirim foi 2.936, em 2020 subiu para 4.129 e neste ano (primeiro semestre) 2.352.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x