Colunas

A barragem de Guaramirim

Sua função original era a de levar água para lavouras de arroz irrigado à sua jusante

12/05/2021

Por

Nascido em Blumenau, 70 anos, 55 de profissão, incluindo passagens pelo rádio. E em jornais diários como A Notícia (Joinville), Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e O Correio do Povo (Jaraguá do Sul)

A barragem de Guaramirim

Projetada pelo engenheiro civil e ex-governador Colombo Machado Salles, que dia 20 de maio completará 95 anos, a barragem construída no Rio Itapocu, em Guaramirim, pelo extinto Departamento Nacional de Obras Contra as Secas, é alvo de questionamentos nos últimos anos. Agora, na Câmara de Jaraguá do Sul.

Sua função original era a de levar água para lavouras de arroz irrigado à sua jusante. Com o tempo, o desmatamento desenfreado em áreas de nascentes de outros rios que formam o Itapocu a partir de Corupá, levou a uma drástica redução do nível do maior curso d’água da região.

Fim da “piracema”

 Com primeira consequência, a barragem interrompeu a “piracema” de vários tipos de peixes que subiam o rio, por uma espécie de escada submersa (à direita da foto), para desovar. Questionamentos feitos pelo então vereador Ernesto Friedmann, sugeriam um estudo técnico na busca de outras opções, incluindo o desmonte da barragem.

Segundo disse, a construção responde por 50% dos alagamentos daquela região. O trabalho custaria R$ 350 mil, uma soma que o prefeito Luiz Antônio Chiodini (PP) alegou que o município não tinha.

Nenhuma solução

Antes, em 2013, Colombo Salles esteve em Guaramirim, como convidado, para novo estudo sobre a represa. Porém, nada saiu do papel até hoje. Agora, o vereador Osmair Gadotti (MDB/Jaraguá do Sul) retoma o assunto, direcionando apelo para que a Associação dos Municípios do Vale do Itapocu busque verbas federais para obras de reestruturação da barragem.

A produção de arroz é importante, mas a preservação do ecossistema da bacia do rio também, defende o vereador. Há, ainda, o ingrediente turístico em jogo.

Ciclo histórico

Desde a eleição de Esperidião Amin (PP) como governador de Santa Catarina, em 1988, Florianópolis não elegeu mais nenhum governador originalmente “da terra”. Em 2022, a se confirmar, Gean Loureiro/DEM), prefeito da Capital, pode quebrar o ciclo. Mas, se migrar para o PSD, como se prevê, terá de disputar a indicação com Napoleão Bernardes (PSD), ex-prefeito de Blumenau.

Um recordista

Governador Carlos Moisés (PSL) bateu um recorde nacional: em dois anos e quatro meses, foi empossado no cargo três vezes. Agora, pelo visto, em definitivo.

 “Historicamente, foi o dia em que o interesse político venceu a decisão da Justiça”.  A frase é do deputado Ivan Naatz (PL) sobre o julgamento de Moisés (PSL) no caso da compra dos 200 respiradores pulmonares.

Moisés também acha que foi político o julgamento que o tirou do governo em março.

Consciência coletiva

Readmitido pelo governador Carlos Moisés (PSL) como titular da Saúde, o médico André Motta Ribeiro, que havia sido demitido pela governadora interina, Daniela Reinher (sem partido), fez apelo para uma “consciência coletiva” da população sobre a gravidade da pandemia. E defendendo um pacto social.

Traduzindo, que interesses políticos não interfiram nas ações. A doença, é bom lembrar, não escolhe faixa etária. Por exemplo, o presidente da Câmara de Vereadores de Presidente Getúlio (Alto Vale do Itajaí), Joacyr Pereira (PSDB), 42 anos, morreu esta semana de Covid 19. Por sua vez, o deputado federal, Coronel Armando (PSL/Joinville), 64 anos, está internado no Hospital Dona Helena (Joinville)

Garcia volta à AL

Deputado estadual Júlio Garcia (PSD), ex-presidente da Assembleia Legislativa, retoma o mandato dia 23 de maio. Ele e os filhos são réus em inquérito que apura crimes como lavagem de dinheiro, corrupção, enriquecimento ilícito, entre outros.

Mas, por determinação da juíza federal Janaína Cassol, vai continuar a usar tornozeleira, além de recolhimento em casa, entre 23h e 6h. Também está proibido de falar com outros envolvidos no mesmo inquérito. Jean Kuhlmann (PSD/Blumenau) ocupa a vaga dele atualmente.

Notícias relacionadas

x