Esportes

Automobilismo: Verstappen vence o GP do Canadá, soma 41ª vitória e se iguala a Ayrton Senna

Com o resultado, o holandês lidera o ano da Formula 1 com 195 pontos

18/06/2023

Por

Sou Felipe Junior, jornalista formado, na Universidade Regional de Blumenau (Furb), pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias, na Anhembi Morumbi, em São Paulo.

Fonte: Isto É

O holandês Max Verstappen venceu, neste domingo (18), o GP do Canadá de Fórmula 1, oitava etapa do Mundial. Foi a 41ª vitória do piloto, que se iguala a Ayrton Senna. Eles só ficam atrás de Lewis Hamilton (103), Michael Schumacher (91), Sebastian Vettel (53) e Alain Prost (51).

Esta foi também o centésimo triunfo da equipe Red Bull na principal categoria do automobilismo. O veterano espanhol Fernando Alonso (Aston Martin) ficou em segundo lugar, seguido pelo britânico Lewis Hamilton (Mercedes), que completou o pódio.

Charles Leclerc e Carlos Sainz colocaram a Ferrari em quarto e quinto lugares. Sergio Perez (Red Bull) foi o sexto, seguido por Alexander Albon (Williams), Esteban Ocon (Alpine), Lance Stroll (Aston Martin) e Valtteri Bottas (Alfa Romeo).

Com o resultado, Verstappen lidera o campeonato com 195 pontos, contra 126 do companheiro Sergio Perez, que fez a volta mais rápida da prova (1min14s481). Alonso soma 117 pontos, enquanto Lewis acumula 102. O próximo GP será disputado na Áustria, dia 2.

Verstappen largou bem e manteve a primeira posição. Alonso foi surpreendido por Hamilton, que ganhou o segundo lugar. Russell ficou em quarto.

Poucas ultrapassagens foram feitas no início da prova e a maior ‘briga’ ficou entre Hulkenberg, Norris e Leclerc pela sétima posição. Na oitava volta, Sargeant teve problemas mecânicos em sua Mercedes, causando a utilização do safety car virtual.

Verstappen, Hamilton e Alonso aproveitaram para trocar pneus. Na saída dos boxes por pouco o espanhol não bateu no inglês.

Na 12ª volta, Russel bateu no muro e o safety car entrou na pista. Apesar do forte impacto, o britânico voltou dos boxes e continuou na disputa, mesmo com problemas na aerodinâmica. Cinco voltas mais tarde, o safety car deixou a pista.

No final da 22ª volta, Alonso fez bela ultrapassagem sobre Hamilton para reconquistar o segundo lugar. Na frente, Verstappen acumulava voltas mais rápidas e tinha mais de três segundos de vantagem.

Um dos melhores momentos da corrida ocorreu na 35ª volta, quando Russell aproveitou a disputa de Tsunoda e De Vries para ganhar as duas posições. Outro destaque foi a atuação de Perez, que largou em 12º lugar e terminou na sexta posição.

Na parte final da prova, o duelo que mais chamou a atenção foi Russell e Albon pelo sétimo lugar. Na frente, Hamilton tentou encostar em Alonso, mas o espanhol manteve o segundo lugar até o fim.

 

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp

Notícias relacionadas

x