Estadual

Casa enxaimel Töwe – Alto Benedito Novo será realocada

Para arrochar o conjunto dos tijolos, foi extraída da Mata Atlântica, a madeira naquele território

21/01/2022

Por

Casa enxaimel Töwe – Alto Benedito Novo será realocada

Divulgação

Em 1880 aportou no Vale Itajaí, Johann Karl Heinrich Töwe, o qual casou-se com Wilhemine Viebrantz. O casal construiu em Alto Benedito Novo, uma casa pela técnica construtiva do enxaimel (fachwerk), por volta de 1895.

Para arrochar o conjunto dos tijolos, foi extraída da Mata Atlântica, a madeira naquele território.

A edificação foi construída em três etapas, e serviu de residência aos familiares da família Töwe, Vezaro/Koprowski, e também foi sede de instalação de escola estadual, de 5ª a 8ª série (curso de 1º grau), por etapas, no início da década de 1980.

Em 2021, iniciou-se uma ação em prol de relocar o patrimônio edificado, por meio de um projeto de parcerias, denominado de Vale Europeu, com a Cooperativa de Energia Elétrica (Grupo CESSAM).

O Projeto Vale Europeu, elaborado com chancela com diversos órgãos como IPHAN, MPSC e Bombeiros, oportunizará o relocamento e instalação da estrutura do enxaimel, para o outro lado do logradouro público, na sede da antiga indústria de extração de óleo de sassafrás.

A requalificação do imóvel será objeto de contemplação e atração turística, valorando o paisagismo da comunidade tradicional, salvaguardando a técnica construtiva do enxaimel, introduzida no Brasil, no território catarinense, sobretudo pelos alemães e pomeranos.

Para narrar parte dessa memória patrimonial, foram realizadas gravações de História Oral com o cidadão Paulino Vezaro e Mônica Nau (professora e ex-diretora da EEB Leopoldo Koprowski).

Convidados para a ocasião, o hexaneto de Johann Karl Heinrich, de Jaraguá do Sul, Anderson Töwe (músico do instrumento do bandoneon) e a esposa Eliane (arquiteta), Angelina Wittmann (arquiteta), Ademir Pfiffer (historiador), Egon Koprowski, Heverson Thrun e outros.

Em 17 de janeiro, fomos àquela cidade no dia que estava acontecendo a desconstrução e desmonte da estrutura do fachwerk.

Anderson Töwe colaborou com as informações, parte do histórico do imóvel. Inclusive, abrilhantou com o instrumento do bandoneon, a ambiência da construção antiga com músicas folclóricas alemãs, tendo a presença de lideranças da comunidade e responsáveis pelo projeto de execução.

Portanto, o momento foi de registro de memórias, cuja iniciativa da comunidade por meio da cooperativa, dará um novo leiaute e ressignificação ao território de Alto Benedito Novo. (Com a colaboração do historiador Ademir Pfiffer)

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x