Estadual

Cenário político fica mais claro com resultado das convenções

Os partidos têm até o dia 5 de agosto para realizar convenções, onde poderão decidir sobre a formação de coligações e candidatas e candidatos que vão disputar as eleições 2022

27/07/2022

Por

Cenário político fica mais claro com resultado das convenções

Diogo de Souza /ND

Os partidos têm até o dia 5 de agosto para realizar convenções, onde poderão decidir sobre a formação de coligações e candidatas e candidatos que vão disputar as eleições 2022. Os escolhidos para concorrer aos cargos de presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador, deputado federal, deputado estadual e distrital deve ser registrado na Justiça Eleitoral até o dia 15 de agosto.

O primeiro turno das eleições ocorrerá no dia 2 de outubro e, eventual segundo turno, no dia 30 do mesmo mês. No sábado, nove partidos decidiram seus candidatos para o governo do Estado, Senado Federal, Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados. Os partidos terão de registrar as candidaturas até 15 de agosto no Tribunal Regional Eleitoral.

A primeira convenção a definir candidatura foi do PP, que confirmou o senador Esperidião Amin como candidato a governador. O MDB, por maioria dos votos dos convencionais, decidiu que Udo Döhler será o vice na chapa encabeçada pelo governador Carlos Moisés. Udo venceu Antídio Lunelli por 276 votos contra 193 atribuídos ao ex-prefeito de Jaraguá do Sul.

Antídio buscava candidatura do MDB como protagonista, mas os convencionais optaram por fazer parte da coligação com Moisés. Por meio da assessoria jurídica, Antídio busca a anulação da convenção por suposta irregularidade no registro da candidatura de Udo Döhler.

O União Brasil oficializou o ex-prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, a governador, e Eron Giordani, do PSD a vice nas eleições de 2022. O partido Republicanos confirmou a candidatura à reeleição do governador Carlos Moisés.

O professor Alex Alano será o candidato a governador pelo PSTU e Odair Tramontin, pelo Novo, também confirmados nas convenções partidárias. Jorginho Mello (do PL) deve ser confirmado no dia 5 de agosto, assim como Décio Lima pelo PT.

Candidaturas devem ser completadas até o dia 5 de agosto

O PTB confirmou no sábado a candidatura do deputado Kennedy Nunes ao Senado Federal. O ex-governador Raimundo Colombo deve concorrer ao Senado pelo União Brasil. Ele já foi senador antes de ser governador de SC por dois mandatos, renunciando o cargo para assumir, o que possibilitou que Casildo Maldaner concluísse o mandato e que Níura Demarchi dos Santos tomasse posse do mandato por algumas semanas.

O MDB disputou no voto quem será o candidato ao Senado. O deputado Celso Maldaner venceu Rogério Mendonça por 262 a 205 votos. O Novo chancelou Luiz Barbosa Neto como o seu candidato. A relação ainda não está completa porque o período das convenções está ativo.

Da mesma forma as candidaturas a deputado federal e estadual. Tem prazo de registro até o dia 15.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x