Colunas

Coluna: Exercícios na terceira idade

O exercício físico é fundamental na terceira idade, a partir dos 60 anos

07/03/2022

Por

O exercício físico é fundamental na terceira idade, a partir dos 60 anos.

Os exercícios contribuem para melhorar a saúde e o bom humor, porque eles estimulam a produção de endorfina que é o hormônio do bem-estar.

Exercícios são a melhor maneira de atingir o equilíbrio entre saúde física e mental.

As atividades físicas regulares ajudam também a manter o peso ideal, regulam as funções cardiorrespiratórias, fortalecem a musculatura, dão mais equilíbrio ao corpo e estimulam o convívio com outras pessoas, o que é muito importante para se viver com qualidade.

Mas deve-se respeitar as condições físicas de cada um. Antes de começar um programa de exercícios, consulte seu médico para receber orientação e um bom profissional de educação física para orientar sobre o tipo de exercício sem riscos para a sua saúde. Depois disso pode começar, que os benefícios vêm em seguida.

Vivemos mais hoje do que há 20 anos e para aproveitarmos essa vida mais longa, precisamos ter boa saúde e não podemos ser dependentes de ninguém para fazer as nossas coisas.

É nos exercícios físicos bem dosados, que se pode adquirir mais força e equilíbrio, além de melhoria da capacidade do coração e respiração, sem falar na melhora do humor e do sono.

Os exercícios mais recomendados para os idosos são a caminhada e a hidroginástica. A caminhada é uma atividade simples, que não precisa nenhuma habilidade especial. Ela traz a melhora rápida nas condições do coração e, como é de baixo impacto, diminui a possibilidade de lesões. Caminhar meia hora por dia, 5 vezes por semana é fonte de saúde. Já a hidroginástica e a hidroterapia, são ótimas para reabilitação, relaxamento, redução da tensão e da dor.  Os movimentos são feitos com muito mais facilidade na água.

A musculação também pode ajudar. Ela mantém e até aumenta a força muscular, indispensável para a independência do idoso para se levantar, locomover-se e realizar sozinho todos os movimentos necessários para o seu dia a dia. Com a musculação o idoso evita fraturas pelo reforço dos músculos, além de combater a osteoporose.

Mas atenção! A orientação dos exercícios deve ser feita por um profissional habilitado.

Notícias relacionadas

x