Colunas

Coluna: Hoje dona Wilma faz 9.1!

Hoje é dia de festa! Sabe por que? É que hoje a mulher que me deu à luz comemora 91 anos! Aquela que sempre me estimulou a ler bons livros. A grande responsável por me introduzir no universo das letras, e de quem recebi os primeiros livros infantis, que alimentaram…

09/10/2022

Por

Sônia Pillon é jornalista e escritora, formada em Jornalismo pela PUC-RS e pós-graduada em Produção de Texto e Gramática pela Univille. Integra a AJEB Santa Catarina. Fundadora da ALBSC Jaraguá do Sul.

Hoje é dia de festa! Sabe por que? É que hoje a mulher que me deu à luz comemora 91 anos! Aquela que sempre me estimulou a ler bons livros. A grande responsável por me introduzir no universo das letras, e de quem recebi os primeiros livros infantis, que alimentaram a ludicidade da primeira infância e aguçaram a minha imaginação. Mais tarde, criança ainda, passei a criar minhas próprias estorinhas. Com isso, os caminhos da Literatura e do Jornalismo se cruzaram na minha vida.

Foi minha mãe que sempre me estimulou a seguir com os estudos e a escolher uma profissão, “porque, aconteça o que acontecer, uma mulher deve ter uma profissão para se sustentar, para não depender de ninguém”. Sábio conselho, que sempre norteou a minha trajetória profissional. E apesar das nossas diferenças, sempre nos mantemos unidas, para o que der e vier!

Nascida em Porto Alegre, em 9 de outubro de 1931, dona Wilma é um exemplo de tenacidade, de gana de viver. Para uma nonagenária, é sabido que os desafios não são poucos. É preciso estar sempre atenta às recomendações médicas, mas isso ela tira de letra. Tanto que fez questão se vacinar e reforçar os cuidados de prevenção nesses tempos pandêmicos.

Pensando bem, o que são comorbidades e limitações de mobilidade quando se quer estar integrada, usufruindo da companhia da família e dos amigos, nas refeições e passeios?

E especialmente neste domingo ensolarado, quando ela sabia que a comemoração dos seus 9.1 seria saborear um delicioso almoço típico italiano, na Chiesetta Alpina, a expectativa era grande. Ela fez questão de escolher e opinar sobre as roupas e acessórios. Meticulosamente. Queria estar impecavelmente arrumada na hora de soprar as velas e posar para as fotos…

E quanta alegria aguardava! Recebeu uma recepção tão calorosa que se sentiu como uma rainha! Além da deliciosa refeição, ouviu belas canções do Coral Italiano e, para surpresa dela, recebeu um “Parabéns a você” em alto e bom som pelos presentes. Certamente foi um momento mágico, emocionante e inesquecível para ela, e para a família também, ao vê-la tão animada. Gratidão é a palavra que define.

Quantos desafios! Quantas superações nessas nove décadas! Tudo valeu a pena para chegar até aqui!

Parabéns, mãe, avó e bisavó Wilma! Nós te amamos!

Notícias relacionadas

x