Colunas

Coluna: Jair Franzner assume efetivamente e oficialmente a gestão da prefeitura de Jaraguá a partir de abril

A partir de 1º de abril, quando Jair Franzner assumir efetivamente e oficialmente a gestão da prefeitura de Jaraguá do Sul, estará completo o trio: Jair Bolsonaro na presidência da República, Jair Franzner na Prefeitura e Jair Pedri como presidente da Câmara

11/03/2022

Por

Jornalista a 47 anos escrevendo a história de Jaraguá do Sul e do Vale do Itapocu, com credibilidade.

É melhor já ir se acostumando. A partir de 1º de abril, quando Jair Franzner assumir efetivamente e oficialmente a gestão da prefeitura de Jaraguá do Sul, estará completo o trio: Jair Bolsonaro na presidência da República, Jair Franzner na Prefeitura e Jair Pedri como presidente da Câmara. É uma coincidência. O Jair (Franzner) vai assumir com a renúncia de Antídio Lunelli, que pretende concorrer a governador. Ele que nunca foi ativista político, está mais desenvolto, perdendo a natural inibição. Muito trabalho o aguarda.

Sem conexão

A internet derrubou ontem (10) a transmissão via Instagram @jdvonline do JDV em Foco, primeira entrevista com o pré-candidato a governador, Gean Loureiro. Só deu para iniciar. Tínhamos tempo limitado para a entrevista. Infelizmente a tecnologia faz isso, mas ele falará em outra data que disponibilizará em sua agenda. Não desistimos, somos resilientes. Na próxima quinta-feira tem o senador Jorginho Mello (PL), bolsonarista de quatro costados que vai nos contar sobre a sua pré-candidatura e propostas para Santa Catarina.

Elas mandam

Você sabia que 77% dos servidores da Prefeitura de Jaraguá do Sul são mulheres, algumas do alto escalão, como secretárias e chefe de gabinete? Também há 12 diretoras de setor, 30 gerentes e 56 diretoras na rede municipal de ensino. A maior parte está na educação, responsável por mais da metade dos empregados da Prefeitura. Em entidades têm a Deborah Lazzaris Pinto como presidente da subseção da OAB, a Vergimari Rodrigues Simões, presidente da CDL e, a partir do dia 17, a Ana Clara Chiodini, na Acijs.

Elas mandam 1

Na nova diretoria da Acijs tem cinco mulheres. Na Câmara, são duas vereadoras – Nina e Sirley. Existem outras mulheres ocupando cargos de relevância, por competência. Elas fazem melhor e tem mais sensibilidade. Elas são, também, maioria da população e do eleitorado, mas têm uma baixa representatividade. Na política, a região tem apenas cinco vereadoras. Tomara que nas próximas eleições esse número aumente. No pleito deste ano, até agora, somente a Manu Wolff se lançou como pré-candidata. É pouco.

Mao dupla

A sugestão da coluna para criar uma via descendo a Marechal Deodoro, da ponte do Vailatti até a Marina Fructuozo, repercutiu. O especialista em desenvolvimento urbano, Osmar Günther, disse que em 2010, para melhorar o fluxo na Marechal, fizeram mão única, obrigando a percorrer caminhos até quatro vezes maior e atolando de carros a Rua 25 de Julho. Houve um abaixo-assinado no ano seguinte pedindo a volta da mão dupla, que foi ignorado. Será que a Diretoria de Trânsito não poderia olhar essa questão com carinho?

Vergonha

Corre a boca pequena que um contumaz crítico da administração municipal estaria participando de conversas em uma autarquia que trocou de gestor esta semana. Não se sabe exatamente os motivos. Se tem fumaça, tem fogo. Se confirmado, terá de se explicar muito para a comunidade. Nada vazou, ainda. Claro que vai haver negação e que se tratou de mera visita de cortesia. Vamos ficar de olho no comportamento daqui para frente.

De volta

Na segunda-feira (14), o prefeito de Guaramirim, professor Chiodini, reassume depois de um mês de férias, tempo em que foi substituído pelo vice Osvaldo Devigili. Conhecendo o sempre agitado Luís Antônio, duvido que tenha conseguido desligar-se totalmente da Prefeitura.

Notícias relacionadas

x