Colunas

Coluna: Princípio 1 – Valorizar.

“O que tem valor não tem, necessariamente, um preço”. (Gustavo Cerbasi). “As coisas mais importantes ou mais valiosas da vida de qualquer ser humano não custam nada, são acessíveis a qualquer pessoa”.

22/07/2022

Por

Advogado, inscrito na OAB/SC 37.773. Pós-graduado em Direito Empresarial e Advocacia Societária. Escritor e Consultor de Finanças Pessoais.

Coluna: Princípio 1 – Valorizar.

“O que tem valor não tem, necessariamente, um preço”. (Gustavo Cerbasi)

Caro (a) leitor (a), como o ditado clássico diz: “promessa é dívida”. Vamos começar nossa jornada, e hoje o princípio a partilhar é: VALORIZAR.

Valorizar: mostre às crianças que o dinheiro que sua família esbanja às vezes é tudo o que outras pessoas têm.

Olhem que bacana o que o Gustavo nos traz sobre este princípio: “Ao passear com seus filhos pelas ruas, você encontrará inúmeras oportunidades de mostrar a eles que nem sempre trabalhar significa ganhar mais. Explique que o porteiro do prédio, o frentista do posto e o taxista, entre outros, precisam trabalhar muito ou ter mais de um emprego para conseguir apenas sobreviver com certa dignidade. Converse sobre o valor que a oportunidade de estudar agrega às horas de trabalho daqueles que ganham mais. […] É muito comum que as pessoas confundam preço com valor. Muitas vezes, elas não percebem que preço alto não significa maior valor. O namorado que dá um buquê de três dúzias de rosas muitas vezes o faz porque não deu o devido valor ao relacionamento ou a uma data importante. Ao deixar a compra para a última hora, apela para presentes convenientes, de preço elevado. Por outro lado, há aqueles que dedicam semanas a pintar uma obra ou a escrever um texto para a pessoa que amam. Apesar do pequeno gasto, a pessoa amada conhece o valor do presente pela intensa dedicação”.

Tenha certeza, de que não é porque o presente foi barato ou teve nenhum gasto financeiro de que ele vale menos. E aqui concordo plenamente com a frase que resume este nosso princípio e que está no livro, eis: “As coisas mais importantes ou mais valiosas da vida de qualquer ser humano não custam nada, são acessíveis a qualquer pessoa”.

E para terminar cito trecho de extrema importância, queridos pais, leiam com carinho e atenção as palavras que seguem: “Nossas crianças crescem acreditando que terão que de trabalhar muito, como seus pais, para recompensar suas famílias com luxos. Para romper com essa crença destruidora da lares felizes, é seu papel de pai ou mãe adotar uma postura menos consumista e mais valorizadora de momentos e sentimentos, não de coisas. […] Valorize momentos em família, viva-os com intensidade. Faça um favor a si mesmo: desligue o piloto automático. Em vez de simplesmente conduzir seus filhos ao parque, acorde-os comemorando o grande dia de sair de casa em família. Suje a camisa, deite na grama”.

Sinta-se à vontade para entrar em contato através do e-mail: cmwatzko@hotmail.com. Também podes entrar em contato através do Whatsapp pelo número (47) 99614-6185, ou me procure nas redes sociais, no Instagram (@cristianomwatzko) e no Linkedin (Cristiano Mahfud Watzko). Até a próxima.

*Nota do Autor: Livro base “Pais inteligentes enriquecem seus filhos” de Gustavo Cerbasi.

Notícias relacionadas

x