Geral

Comissão encaminha estudo de recomposição ambiental no Rio Itapocu

A comissão busca agora os recursos para custear estas pesquisas de campo que serão feitas pela instituição

12/04/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Comissão encaminha estudo de recomposição ambiental no Rio Itapocu

A comissão formada pela Associação de Câmaras e Vereadores do Vale do Itapocu – Avevi, a pedido do vereador Osmair Gadotti, de Jaraguá do Sul, com a participação de um vereador de cada Câmara e representantes da Amvali, Comitê Itapocu e Arinca (Associação dos Rizicultores do Norte Catarinense), está iniciando uma discussão para revitalizar o local da Represa de Guaramirim, recuperar a fauna no Rio Itapocu, sem a remoção da barragem.

Leia mais

 

Depois de uma reunião que tratou da apresentação dos membros e da definição do plano de atividades da comissão, ficou encaminhado que seria apresentado pela Univille uma proposta para avaliação da biodiversidade aquática da Bacia Hidrográfica do Rio Itapocu, como primeira grande ação desta comissão.

A proposta desta avaliação foi apresentada na última quarta-feira (7) pelo professor Pedro Pinheiro, da Univille. Os trabalhos seriam realizados em aproximadamente um ano. A comissão busca agora os recursos para custear estas pesquisas de campo que serão feitas pela instituição. Os valores são de aproximadamente R$ 40 mil mensais.

O coordenador da comissão, vereador Osmair Gadotti, destacou que este estudo é fundamental, “as cidades cresceram em volta da Bacia do Itapocu e usaram da água todos estes anos, e acho que precisamos devolver esta vida, a fauna aquática, para este rio”.

Um estudo aprofundado, segundo ele, vai servir para repovoamento de espécies e recuperar a bacia. “O custo, ele se dilui muito fácil, dentro de tudo que o rio já proporcionou a vida de todas as nossas comunidades”, observou.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

 

Notícias relacionadas

x