Brasil

Como ficará a Aposentadoria rural e salário-maternidade no INSS 2023

São considerados segurados especiais o produtor rural, o pescador artesanal e o seringueiro ou extrativista vegetal.

23/12/2022

Por

Editora, analista SEO e responsável pelo conteúdo que escreve. Atenta aos conteúdos mais pesquisados do país.

O Instituto Nacional de seguro Social (INSS) fez mais uma mudança que vão atingir diretamente alguns beneficiários espalhador por todo o país.

Mudança no INSS 2023: Aposentadoria rural e salário-maternidade passam a ter análise automática

A autodeclaração rural mudou de formato. Agora ela é eletrônica e poderá ser preenchida diretamente no Meu INSS. Com os dados já inseridos no sistema, será possível checar automaticamente as informações do cidadão com informações já disponíveis nos sistemas do INSS e em outras bases de dados governamentais.

O uso da autodeclaração vai acelerar e facilitar a análise do pedido de benefícios de aposentadoria por idade rural e salário-maternidade rural, por exemplo, que poderão ser concedidos automaticamente.

O que é a autodeclaração rural?

A autodeclaração rural é um dos principais documentos para a solicitação de benefícios destinados aos segurados especiais. É neste documento que a pessoa informa detalhes sobre o exercício da sua atividade rural.

O preenchimento da autodeclaração é obrigatório e, até então, era feito manualmente pelo segurado, o que dificultava a análise dos pedidos e abria a possibilidade para o preenchimento inadequado de informações. Confira aqui o passo a passo abaixo:

Etapas para solicitação do benefício

  • Acesse o site do Meu INSS
  • Faça login no sistema, escolha a opção Agendamentos/Requerimentos.
  • Clique em “novo pedido”, “atualizar”,  atualize os dados que achar pertinentes, e clique em “avançar”. Digite no campo “pesquisar” a palavra “rural” e selecione o serviço desejado.
  • Acompanhe o andamento pelo Meu INSS, na opção Agendamentos/Requerimentos.

Quem são os segurados especiais?

São considerados segurados especiais o produtor rural, o pescador artesanal e o seringueiro ou extrativista vegetal. O indígena, apesar de ser segurado especial, não precisa preencher a autodeclaração rural.

 

Conteúdo original publicado por informeBrasil

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x