Colunas

Como melhorar a memória

Esses esquecimentos normalmente não são sintomas de doença neurológica grave, mas se eles começarem a se repetir muito, se deve consultar o neurologista.

19/02/2021

Por

Todas as pessoas podem ter lapsos de memória, mas é normal que essas falhas sejam mais comuns a partir dos 60 anos.

Esses esquecimentos normalmente não são sintomas de doença neurológica grave, mas se eles começarem a se repetir muito, se deve consultar o neurologista.

Para melhorar o desempenho da sua memória, siga essas dicas:

  • Faça palavras-cruzadas – elas ajudam a memória e enriquecem o vocabulário
  • Programe suas tarefas para as situações da sua rotina – Por exemplo: se você tem de tomar um remédio na hora da novela, deixe os remédios na frente da televisão e não no quarto ou no banheiro. Isso ajudará a lembrar
  • Durante o dia, pare o que estiver fazendo e se pergunte: “O que eu estava fazendo antes disso que estou fazendo agora?”
  • Manter um diário, ou agenda de todas as atividades realizadas também é um bom exercício. Antes de dormir, relembre tudo que você fez, com o maior número de detalhes possíveis

Se quando você lê, precisa recomeçar a leitura muitas vezes, pois percebe que não está compreendendo, siga estas dicas:

  • Mantenha a concentração – veja se não há interferências prejudicando sua leitura
  • Escolha um ambiente tranquilo, sem televisão, sem telefone tocando e sem pessoas falando ao redor. Mantenha a postura correta na cadeira, para que o incômodo provocado pela má postura não atrapalhe a compreensão do texto
  • Destaque a informação mais importante – use uma folha de papel em branco para cobrir as linhas que você ainda não está lendo, visualize e leia uma linha por vez
  • Sinalize frases importantes de cada parágrafo – com uma caneta marca-texto sinalize palavras e frases importantes e depois releia as partes grifadas para absorver melhor a informação

Pratique estas estratégias por algumas semanas.

Se achar que não ajudou, consulte um neurologista, para ter recomendações de dietas, exercícios físicos específicos, dicas para melhorar o sono e para avaliar se os medicamentos que você toma podem estar afetando sua memória.

 

Receba as colunas e notícias do JDV no seu WhatsApp!

Notícias relacionadas

x