Sem categoria

Coronavírus afeta os mais jovens entre 30 e 40 anos em Jaraguá do Sul

Reportagem do JDV apurou que os homens representam o maior número de infectados. Levantamento revela ainda que dos 20 casos confirmados na cidade, apenas quatro possuíam alguma comorbidade.

28/04/2020

Por

Coronavírus afeta os mais jovens entre 30 e 40 anos em Jaraguá do Sul

Engana-se quem pensa que o novo coronavírus é doença de idosos. Apesar deles pertencerem ao grupo de risco e serem mais vulneráveis à doença, o vírus também tem demonstrado bastante força em jovens. 

Segundo o levantamento realizado pela reportagem do JDV, pessoas com idades entre 30 a 40 anos são a maioria entre os casos confirmados da Covid-19 em Jaraguá do Sul. Esta faixa etária corresponde, respectivamente, a 30% dos pacientes diagnosticados.

Os dados fazem parte do balanço divulgado diariamente pela Secretária de Saúde do município. 

As vítimas com idades entre 40-50 anos representam um percentual de 25%. Já pessoas na faixa etária de  20-30 anos o total é de 20% e pacientes com 50 a 60 anos o número é de 15%. 

O balanço mostra ainda que pacientes entre 70 e 80 anos, o número total de infectados é menor, com apenas dois casos confirmados – caracterizando um percentual de 10%. 

Ainda de acordo com a apuração, o perfil das vítimas são maioria em homens com 12 casos confirmados e mulheres com 8 notificações da doença. Idosos maiores de 90 anos não foram infectados.

Leia mais: 

De acordo com Geovani Carvalho Lombardi, Supervisor de Vigilância Epidemiológica, do total de casos confirmados apenas quatro possuíam alguma doença crônica e os demais não tinham nenhuma comorbidade.

Dos 20 casos confirmados na cidade até o fechamento desta reportagem, Lombardi explica que  oito necessitaram de internação.

“A falta de uma vacina reforça a importância das pessoas seguirem as recomendações das autoridades de saúde. O melhor remédio neste momento é a prevenção”, salienta. 

Quanto aos profissionais que estão na linha de frente, Jaraguá do Sul possui um caso registrado.

Trata-se de um paciente entre 50 e 60 anos que tinha histórico de viagem dentro do estado. Ele ficou durante 14 dias em isolamento domiciliar, conforme preconiza o Ministério da Saúde e passa bem. 

Na região, Guaramirim também obteve uma médica de 28 anos diagnóstica com a Covid-19. Ela atua no posto de saúde  do bairro Guamiranga e se recuperou da doença. 

Saúde reforça a necessidade de prevenção

Segundo a Gerente de Vigilância Epidemilógica, Fabiane da Silva, o resultado demonstra que os jovens não estão imunes e devem se prevenir contra a doença.

“É muito importante a gente perceber que em nosso município os casos do coronavírus não são predominantes na população idosa, por isso, as medidas de higiene, o uso de máscara com o distanciamento precisam continuar, reforça Fabiane. 

Em sua avaliação, cenários de aglomerações como o registrado no fim de semana no Parque da Via Verde e no Morro das Antenas devem ser evitados.

“Muitos estavam sem máscaras e com a ideia de que por serem jovens e estarem em um local aberto não há problema. Precisamos entender que as saídas de casa devem ser feitas somente se for necessário”, orienta. 

Talvez você possa se interessar:

Para Alceu Moretti, secretário de Saúde, os moradores precisam tomar as medidas de prevenção como realizaram no início da pandemia.

“Com a flexibilização da economia, mais pessoas vão estar circulando, por isso, é muito importante aumentar os cuidados a partir de agora para a transmissão local ser menor”, aconselha. 

 Jaraguá do Sul possui até o momento 20 casos confirmados  e oito pacientes recuperados. Nenhum óbito foi registrado.

O último paciente diagnosticado foi uma mulher na faixa etária dos 20 aos 30 anos. 

No estado, são 1476 casos e 44 mortes pelo novo coronavírus. 

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Notícias relacionadas

x