Sem categoria

Dia da Chiesetta lembra doadores e voluntários às obras do Monumento

Os recursos, em sua maioria, foram levantados por meio de doações por altruístas da comunidade e do trabalho dos voluntários nos eventos realizados na Chiesetta. A comemoração do Dia da Chiesetta Alpina foi de agradecimento

01/10/2019

Por

Dia da Chiesetta lembra doadores e voluntários às obras do Monumento

Doadores, benfeitores e voluntários estiveram reunidos na tarde de sábado para celebrar o Dia da Chiesetta Alpina, lembrando o aniversário de morte de Albino Luciani, o Papa João Paulo I, natural das montanhas de Belluno de onde veio a inspiração para a construção do Monumento à Fé do Imigrante.

O primeiro ato foi o hasteamento das bandeiras do Brasil, de Santa Catarina, de Jaraguá do Sul, da Itália e da União Europeia por soldados do 14º Batalhão de Polícia Militar, enquanto era executado o hino nacional, por alguns integrantes do Coral Municipal de Jaraguá do Sul.

Na celebração eucarística presidida pelo capelão, Padre Cícero Celeste Murara, foram lembrados os doadores e apoiadores que desde a ideia da construção ajudaram a erguer e a manter o Monumento, hoje o segundo local mais visitado do turismo religioso em Santa Catarina.

Isso em menos de 10 anos de existência. A estrutura do Monumento recebeu novos investimentos, recém-concluídos, como a ampliação da cozinha e do salão de festas que agora tem vista panorâmica, a cerca em toda a área de 20 mil m2, reforma da casa dos residentes e outras melhorias.

Os recursos, em sua maioria, foram levantados por meio de doações por altruístas da comunidade e do trabalho dos voluntários nos eventos realizados na Chiesetta. A comemoração do Dia da Chiesetta Alpina foi de agradecimento.

Construção da Via Sacra está no planejamento

Essa etapa está concluída, mas outras virão. Está no planejamento a pavimentação com paralelepípedos do pátio interno, o ajardinamento e também a iluminação no entorno para a maior segurança do patrimônio, que pertence ao Instituto Chiesetta Alpina. O monumento é de caráter privado e aberto ao público.

A estrutura vai receber, também, energia fotovoltaica (solar). Outro desafio é a construção da Via Sacra. Os moldes, doados pelo artista italiano Franco Murer e que se encontram no interior da Chiesetta, serviram para a fundição das estações em uma empresa em São Paulo. A próxima etapa é definir os locais de instalação e a construção, o que vai demandar um investimento significativo. Somente a fundição dos moldes em metal custou R$ 76 mil.

Notícias relacionadas

x