Brasil

Empresa gaúcha fecha unidade produtiva e demite 300 funcionários

De acordo com sindicato responsável, todos os direitos trabalhistas foram pagos

05/02/2023

Por

Editora, analista SEO e responsável pelo conteúdo que escreve. Atenta aos conteúdos mais pesquisados do país.

Criado em 1972, o Grupo Minuano decidiu encerrar as atividades de sua fábrica de calçados em Crissiumal, no noroeste do Estado. A Malu Calçados, como se chamada, funcionou na cidade por 14 anos, e parou de funcionar no final de janeiro.

O encerramento faz parte da recuperação judicial da empresa, processo aceito em 2020 pela Justiça e cujo plano foi aprovado no final do ano passado. Cerca de 300 funcionários que trabalhavam na estrutura foram demitidos.

A Malu Calçados pertencia ao grupo Minuano, e atuava na cidade de Crissiumal, noroeste do Rio Grande do Sul, a mais de 14 anos. Além de gerar 300 empregos diretos, era a maior fonte de ICMS da prefeitura.

Passando por dificuldades financeiras, o grupo gaúcho fecha fábrica de calçados no interior do estado e manda 300 funcionários embora. De acordo com a diretoria da empresa, a planta estava dando prejuízos.

De acordo com a diretora do grupo, Bárbara Enzweiler, o fechamento da unidade faz parte do processo de recuperação judicial da empresa, que começou em 2020. Ela afirma que essa foi uma medida drástica, mas necessária para que a Minuano continuasse as suas operações.

 

Conteúdo postado por Seucreditodigital

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? Participe do nosso grupo de WhatsApp ou Telegram!

Siga nosso canal no youtube também @JDVDigital

Notícias relacionadas

x