Geral

Equipe Novale participa de hackathon no Cedup em Guaramirim

O evento teve como tema principal a inclusão de pessoas com deficiência no ambiente educacional

03/08/2022

Por

Equipe Novale participa de hackathon no Cedup em Guaramirim

Divulgação

Representantes do Novale Hub – Centro de Inovação Jaraguá do Sul participaram do primeiro hackathon do Centro de Educação Profissionalizante (Cedup) Perfeito Manoel de Aguiar, em Guaramirim, nos dias 11 e 12 de julho. O evento teve como tema principal a inclusão de pessoas com deficiência no ambiente educacional, sendo direcionado para os alunos dos 1º e 2º anos do ensino médio profissionalizante.

A abertura do evento contou, entre outras palestras, com a fala do CEO do Novale Hub, Nelson Martins de Almeida Netto, sobre inovação e criatividade. No segundo dia, quando as ideias propostas no hackaton são avaliadas, a banca julgadora contou com a presença de Marco Antônio Murara e Victor Alberto Danich, coordenador de ecossistema e diretor de fomento e incubação, respectivamente.

Murara pontou que a experiência junto aos jovens da educação profissionalizante permitiu perceber “qual é a ótica do adolescente frente às dificuldades cotidianas dos portadores de necessidades especiais”. O coordenador de ecossistema ainda coloca que as ideias apresentadas auxiliam na conscientização, mas também incentivam a ação, a diminuição desses obstáculos no cotidiano.

O CEO do Novale Hub, por sua vez, destaca que participar de eventos como esse reforçam o caráter regional a Organização Social (OS) que administra o Centro de Inovação Jaraguá do Sul.

“O prédio, sim, está em Jaraguá do Sul, mas o trabalho desenvolvido pelos entes do ecossistema pertence à toda região”, afirma Nélson Netto.

Diretora do Cedup destaca que evento potencializa conhecimento

A diretora do Cedup, Cristiana Poltronieri Ziehlsdorff, destaca que o evento ajudou a fomentar o senso de solução nos adolescentes, provocando a inovação além do conhecimento.

“Essa ponte entre os alunos e o público externo é muito rica, isso permite ir além do livro didático e transformar o conteúdo em ações efetivas”, disse a educadora.

Ela ainda agradeceu à disponibilidade da equipe Novale ao participar do evento.

O evento realizado em Guaramirim aplicou a estrutura clássica de um hackathon: profissionais – ou, neste caso, estudantes – se reúnem por um curto período, com o intuito de criarem soluções inovadoras para algum problema específico. A origem da palavra hackathon vem da união de hack (especificamente no âmbito da programação, a expertise em desenvolver software) e marathon, do inglês maratona.

Apesar de o nome ter a ver com software, um hackathon não se limita isso, pois também é um evento no qual a criatividade dos participantes é explorada com uma duração de um dia a uma semana.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x