Educação

Escola integra turma bilíngue em tempo integral em Guaramirim

A iniciativa atende estudantes surdos do 1° ano do ensino fundamental

04/05/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Escola integra turma bilíngue em tempo integral em Guaramirim

O ano letivo de 2021 teve a implantação de turmas bilíngues em tempo integral em três unidades da rede estadual, as Escolas Profª Lea Maria Aguiar Lepper (Joinville), São José (Guaramirim) e Marechal Bormann (Chapecó). A iniciativa atende estudantes surdos do 1° ano do ensino fundamental, facilitando a apropriação dos conteúdos escolares na língua materna (Libras) e na modalidade escrita da língua portuguesa.

Leia mais

O diferencial do projeto é a construção de um ambiente linguístico que respeita os aspectos específicos da educação de estudantes com surdez, garantindo a presença do professor surdo em todo o processo de aprendizagem escolar, sem a necessidade de tradução ou adaptação.

Para essa etapa inicial, nove professores foram contratados: três professores bilíngues (ouvintes e fluentes em Libras), três professores de Libras (surdos e fluentes em Libras) e três orientadores de convivência (ouvintes com fluência em Libras).

Para garantir o atendimento às especificidades do estudante surdo, a secretaria de Educação de Santa Catarina, em parceria com a Fundação Catarinense de Educação Especial, ofertou em fevereiro uma formação on-line de 20 horas. O objetivo foi qualificar todos os profissionais envolvidos no projeto, de acordo com as diretrizes da educação bilíngue.

Objetivo é a fluência em Libras e a língua portuguesa escrita

A iniciativa começou em 2021 com turmas de primeiro ano em uma matriz curricular específica. A proposta é que, a partir de 2022, o atendimento seja ampliado para o 2º ano e assim sucessivamente até o 5º ano. A ideia é que o estudante chegue ao fim dos anos iniciais fluente em Libras e tenha se apropriado do português na modalidade escrita. Os estudantes frequentam a escola em cinco manhãs e três tardes da semana. O período em que não há atendimento aos alunos é dedicado ao planejamento das atividades e elaboração de materiais didáticos.

Uma pesquisa da FCEE realizada na rede estadual entre 2009 e 2011 apontou que a atuação em tempo integral amplia as oportunidades de aprendizagem aos estudantes surdos: “Também qualifica o contato e interação com outros sujeitos surdos a fim de desenvolver competências mínimas para o aprendizado dos conteúdos curriculares e, consequentemente, a aquisição da língua portuguesa na modalidade escrita”, pontua o estudo.

Famílias interessadas em matricular crianças surdas nas turmas bilíngues podem entrar em contato com a escola São José, que fica no bairro Rio Branco, em Guaramirim, pelo e-mail saojoseguar@sed.sc.gov.br 

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

 

Notícias relacionadas

x