Santa Catarina

Gasolina em SC retoma valor de 2022, um mês após vaivém de impostos

Combustível teve alta na primeira semana de 2023 e passou a cair desde então

29/01/2023

Por

Editora, analista SEO e responsável pelo conteúdo que escreve. Atenta aos conteúdos mais pesquisados do país.

O litro da gasolina comum em Santa Catarina voltou, nos últimos sete dias, ao preço médio de R$ 5,09, o mesmo da semana que fechou o ano de 2022. O valor atual foi identificado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Brasil (ANP), que realizou nova pesquisa semanal junto a 179 postos de combustíveis no Estado do domingo passado (22) a este último sábado (28).

Na primeira semana de 2023, o combustível havia subido a R$ 5,24 (alta de 2,9%), o maior preço no Estado em mais de quatro meses, após um vaivém nos impostos federais sobre os combustíveis.

A gestão Lula (PT) anunciou, à época da transição de governo, que retomaria a cobrança do Pis/Cofins e Cide, mas voltou atrás com uma medida provisória no dia 1º de janeiro, mantendo a desoneração antes aplicada pela gestão Bolsonaro (PL). Ainda assim, parte dos postos receberam os combustíveis das distribuidoras já com os impostos embutidos nos valores, o que foi repassado aos consumidores finais.

No início do ano, também pesou sobre os combustíveis em Santa Catarina uma correção feita pelo governo estadual no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e as altas dos preços do álcool anidro e do biodiesel, que são misturados na gasolina e no diesel, respectivamente.

Após a alta, no entanto, o valor médio da gasolina comum passou a cair e agora chegou a terceira semana com essa tendência, mesmo com aumento de 7,5% da Petrobras anunciado na terça (24).

O litro da gasolina comum em Santa Catarina voltou, nos últimos sete dias, ao preço médio de R$ 5,09, o mesmo da semana que fechou o ano de 2022. O valor atual foi identificado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Brasil (ANP), que realizou nova pesquisa semanal junto a 179 postos de combustíveis no Estado do domingo passado (22) a este último sábado (28).

Na primeira semana de 2023, o combustível havia subido a R$ 5,24 (alta de 2,9%), o maior preço no Estado em mais de quatro meses, após um vaivém nos impostos federais sobre os combustíveis.

A gestão Lula (PT) anunciou, à época da transição de governo, que retomaria a cobrança do Pis/Cofins e Cide, mas voltou atrás com uma medida provisória no dia 1º de janeiro, mantendo a desoneração antes aplicada pela gestão Bolsonaro (PL). Ainda assim, parte dos postos receberam os combustíveis das distribuidoras já com os impostos embutidos nos valores, o que foi repassado aos consumidores finais.

No início do ano, também pesou sobre os combustíveis em Santa Catarina uma correção feita pelo governo estadual no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e as altas dos preços do álcool anidro e do biodiesel, que são misturados na gasolina e no diesel, respectivamente.

Após a alta, no entanto, o valor médio da gasolina comum passou a cair e agora chegou a terceira semana com essa tendência, mesmo com aumento de 7,5% da Petrobras anunciado na terça (24).

Conteúdo postado por NSC 

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? Participe do nosso grupo de WhatsApp ou Telegram!

Siga nosso canal no youtube também @JDVDigital

 

Notícias relacionadas

x