Santa Catarina

Governador anuncia suspensão da Nota Fiscal Eletrônica ao Produtor Rural até o fim de 2023

“Esta janela que conseguimos é para que se leve internet de qualidade ao campo”

27/02/2023

Por

Jorginho Mello recebeu a deputada federal Daniela Reinehr, que defendeu a necessidade de suspender o processo de implantação NPF-e em Santa Catarina, apesar da determinação fazendária de iniciar as emissões eletronicamente a partir de 1ᵒ de julho deste ano

Um dos principais pontos tratados na reunião foram as questões envolvendo a nota fiscal eletrônica para produtores rurais – que é uma situação bem delicada para os agricultores.

O governador informou que suspendeu este processo até o fim do ano até que se encontre uma solução para o tema.

“No interior, em muitas localidades ainda não há energia elétrica e nem internet. Também não há pessoas treinadas para esse novo momento de nota fiscal. Como ficaria, por exemplo, um caminhão de cereal carregado, parado, esperando sair uma nota que não teria estrutura para ser emitida? A logística pode ser muito comprometida, com altos índices de perdas na produção e até inviabilizando a cadeia produtiva” argumenta deputada, informando que uma das alternativas que está sendo avaliada no governo é a possibilidade de que se emitam as notas fiscais nas cooperativas.

Ou seja, aonde os produtos são entregues. O governador está ciente das dificuldades e se mostrou muito sensível ao tema para evitar prejuízos aos trabalhadores rurais. Este ano, segundo Jorginho Mello, será de preparação para que o campo catarinense se adapte à nova realidade fiscal.

“Esta janela que conseguimos é para que se leve internet de qualidade ao campo. Qualquer solução antes disso é paliativa. Este é o objetivo, pois aí sim facilitaria a vida de quem trabalha e produz,” acrescenta a deputada.

 

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? Participe do nosso grupo de WhatsApp ou Telegram!

Siga nosso canal no youtube também @JDVDigital

Notícias relacionadas

x